Europa

Italianos protestam em Roma contra decisão do Brasil no caso Battisti

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Parlamentares, militantes e parentes das supostas vítimas do ex-militante italiano Cesare Battisti se reuniram nesta terça-feira em Roma para protestar contra a decisão do governo brasileiro de não extraditá-lo.

A manifestação ocorreu diante da embaixada do Brasil, na Praça Navona.

Os italianos carregavam cartazes pedindo justiça e gritavam frases de protesto, exigindo a extradição imediata do ex-militante de esquerda.

Diante da movimentação, a polícia foi chamada para reforçar a segurança no local.

Battisti

Battisti diz que teme por sua vida caso seja extraditado para a Itália

Alberto Torregiani, que diz que seu pai foi assassinado por Battisti, afirmou que o governo e as vítimas do terrorismo vão lutar para que se consiga justiça.

Além de Roma, também houve protestos nas representações do Brasil em Milão e Turim.

No último dia de seu governo, o ex-presidente Lula anunciou que não extraditaria Battisti. O italiano alega que teme por sua vida, se for devolvido à Itália.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.