Alemanha sacrificará centenas de porcos contaminados com dioxina

Image caption Mais de 500 fazendas de criação foram fechadas na Alemanha

O governo alemão anunciou que sacrificará centenas de porcos contaminados com dioxina, uma substância química que pode provocar câncer.

Segundo funcionários do governo, altos níveis da substância foram encontrados na carne dos porcos nesta terça-feira no município de Verden, região da Baixa Saxônia (norte da Alemanha).

A fazenda havia comprado ração que continha gordura contaminada pelo composto químico.

O porta-voz do Ministério da Agricultura da Baixa Saxônia, Gert Hahne, disse nesta terça-feira que os porcos contaminados de Verden seriam sacrificados e incinerados.

Na última semana, 4.700 fazendas alemãs de aves e porcos foram fechadas e proibidas de vender seus produtos. Nesta terça-feira, 558 fazendas permaneceram fechadas.

No início de janeiro, quantidades ilegais de dioxina foram encontradas em ovos. A causa da contaminação também foi a gordura misturada às rações das aves.

Testes revelaram que a contaminação começou em uma fábrica no Estado de Schleswig-Holstein, no norte do país, que produz óleos utilizados em processos industriais como fabricação de papel e enriquecimento de rações para animais.

Os níveis de dioxina encontrados no óleo produzido na fábrica estavam 77 vezes acima do permitido.

Estrago `imenso´

Oficiais dizem que a quantidade de dioxina encontrada até agora não apresenta perigo imediato para a saúde.

No entanto, a ministra alemã da Agricultura, Ilse Aigner, disse na última segunda-feira que o estrago provocado era "imenso, não só financeiramente, mas também na confiança do consumidor".

Dioxinas são encontradas em níveis baixos em muitos alimentos e não causam problemas de saúde imediatos.

Mas, segundo a European Food Safety Authority, agência reguladora da produção de alimentos nos países europeus, a longa exposição a altos níveis da substância causam uma série de efeitos colaterais, incluindo câncer.

Outros países do continente já registram casos de produtos alemães contaminados circulando em seus mercados.

A Coreia do Sul suspendeu toda a importação de carne de porco da Alemanha, o que foi chamado de "reação desproporcional à situação real" pela Comissão de Saúde da União Europeia.

Notícias relacionadas