BBC pede desculpas por piadas sobre mexicanos em programa

Foto: Press Association Direito de imagem PA
Image caption Os comentários dos apresentadores ofenderam cidadãos mexicanos

A BBC pediu desculpas por comentários feitos no programa de televisão Top Gear, que causaram revolta no México. Durante o programa, os apresentadores disseram, em tom de piada, que os mexicanos são "preguiçosos" e "imprestáveis".

Em uma carta ao embaixador mexicano em Londres, Eduardo Medina Mora, a BBC disse que sentia muito se os comentários ofenderam algumas pessoas, mas disse também que piadas baseadas em estereótipos nacionais fazem parte do humor britânico.

O embaixador havia exigido um pedido oficial de desculpas, dizendo que os comentários haviam sido "ofensivos, xenofóbicos e humilhantes".

Centenas de mexicanos entraram em contato com a página de internet da BBC Mundo, serviço em língua espanhola da BBC, para protestar sobre as observações feitas pelos apresentadores Richard Hammond, Jeremy Clarkson and James May durante o programa, que é especializado em carros.

Enquando discutiam o Mastretta, um carro esportivo mexicano, Richard Hammond disse que veículos refletem as características nacionais de um país e que, por isso, “carros mexicanos vão ser preguiçosos”.

"Carros mexicanos serão preguiçosos, flatulentos, acima do peso e se encostarão em uma cerca dormindo em frente a um cacto, usando um cobertor que tem um furo no meio como casaco", afirmou Hammond.

Os três apresentadores também fizeram piadas com a comida mexicana, descrita por eles como “frituras nojentas”.

`Racistas´

Muitos cidadãos mexicanos também expressaram sua indignação em e-mails enviados a jornais e sites mexicanos, onde as piadas do Top Gear tiveram grande destaque.

O assunto chegou a ser debatido no Senado mexicano, onde as autoridades consideraram uma moção de censura.

Na última quinta-feira, um grupo de ministros britânicos de diversos partidos também pediu que a BBC se desculpasse, chamando os comentários de “ignorantes, depreciativos e racistas”.

Em um comunicado oficial, a BBC disse que os comentários podem ter sido “grosseiros” e “maliciosos”, mas que não houve nenhuma intenção de ofender ninguém.

“Nossos próprios comediantes fazem piadas sobre os britânicos serem cozinheiros e amantes terríveis, e nós também fazemos piadas sobre italianos serem desorganizados e excessivamente dramáticos, franceses serem arrogantes e alemães serem organizados demais”, disse a BBC.

A nota disse ainda que a comédia baseada em estereótipos era permitida pelas diretrizes da BBC nos programas em que o público sabe que ela pode aparecer, como é o caso do Top Gear.

“Apesar de os comentários terem parecido ofensivos para aqueles que não assistiram ao programa ou que não estão familiarizados com seu humor, o produtor executivo deixou claro ao embaixador que essa não foi a intenção.”

Embaixador

O produtor executivo do Top Gear, Jeremy Clarkson, pediu desculpas pessoalmente ao embaixador mexicano pelos comentários feitos sobre ele.

No programa, Clarkson disse que não receberia nenhuma reclamação pelos comentários porque o diplomata estaria dormindo.

Não é a primeira vez que o programa causa polêmica. Em 2008, centenas de espectadores reclamaram de uma piada feita por Jeremy Clarkson sobre motoristas de caminhão assassinando prostitutas.

Na última semana, o Top Gear foi escolhido como o programa factual mais popular na premiação nacional da TV britânica.

Notícias relacionadas