Carro encontrado em selva asiática na década de 60 é restaurado e vendido

Michael Standen e o MG 1954 restaurado Direito de imagem BBC World Service
Image caption Depois de mais de 40 anos, Standen vendeu o carro restaurado

Um carro encontrado há mais de 40 anos em uma floresta do sudeste asiático foi restaurado e vendido por 20 mil libras (cerca de R$ 54 mil) em um leilão.

O engenheiro Michael Standen descobriu o carro abandonado e enferrujado, um MG TF1500 de 1954, na ilha de Bornéu, ao norte da Austrália, em 1969.

Standen iniciou a restauração do carro enquanto trabalhava em Brunei, na costa norte da ilha de Bornéu.

O carro restaurado e agora na cor vermelha foi arrematado em leilão por uma fazendeira da região de Cambridgeshire, Jodie Green.

Impressionado

Michael Standen, agora com 66 anos, afirmou que ficou impressionado pelo carro logo que o viu no meio da selva. Ele contratou um caminhão para retirar o veículo do local.

"Não sei como ele foi parar lá, mas me parecia um desperdício de uma parte da história da indústria automobilística britânica."

"A porta estava faltando, árvores cresciam pelo centro do chassi e cobras e todos os tipos de animais moravam no carro", contou.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Animais se abrigavam e árvores cresciam no MG antes da restauração

Standen conseguiu levar o carro para a Grã-Bretanha.

"Minha intenção era dirigir o carro de volta para a Grã-Bretanha, mas meu trabalho (em Brunei) acabou antes de o carro ficar pronto. Então eu o enviei de navio, dentro de um contêiner e terminei o trabalho (de restauração)", disse.

Standen guardou o carro durante décadas e o levava em passeios perto de sua casa no País de Gales, antes de decidir pelo leilão.

Jodie Green, que arrematou o carro, afirma que ficou impressionada pela história.

"Como o carro acabou em uma selva da ilha de Bornéu sempre será um mistério. E o fato de o carro ter sido trazido de volta para a Grã-Bretanha e restaurado, é uma história fantástica", afirmou.

Notícias relacionadas