Assessor de Obama diz acreditar em vitória de Khadafi

James Clapper Direito de imagem Wiki
Image caption Para Clapper, outro possível desfecho para crise líbia seria cisão do país

O general James Clapper, principal conselheiro de inteligência do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quinta-feira acreditar que o líder líbio, Muamar Khadafi, sairá vitorioso da batalha contra rebeldes em seu país e permanecerá no poder.

Em audiência no Senado em Washington, Clapper, que ocupa o cargo de diretor da Inteligência Nacional dos Estados Unidos, afirmou que as forças do governo da Líbia têm melhores equipamentos e estão mais treinadas que os oposicionistas do regime,

Segundo ele, isso provavelmente resultará na vitória de Khadafi no longo prazo.

Outro possível desfecho, disse Clapper, seria a divisão da Líbia em três Estados semiautônomos.

Viagem

Também nesta quinta-feira, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, afirmou que viajaria ao Egito e à Tunísia para apoiar a transição de ambos os países rumo a “uma democracia genuína”.

Ela também pretende se encontrar com líderes da oposição líbia durante a viagem. Segundo Clinton, um de seus objetivos é construir um consenso internacional que embase qualquer ação contra Khadafi.

O anúncio de Hillary ocorre num momento em que as forças de Khadafi intensificam ataques contra os rebeldes, retomando o controle de cidades chave.

Nesta quinta-feira, a TV estatal líbia informou que rebeldes deixaram Ras Lanuf, uma cidade portuária importante para a indústria de petróleo líbia, que vinha sendo alvo de pesados bombardeios nos últimos dias.

Leia mais na BBC Brasil: Forças pró-Khadafi expulsam rebeldes de cidade portuária, diz TV

Também nesta quinta-feira, Saif Al-Islam, filho de Muamar Khadafi, disse que está sendo preparada uma grande ofensiva contra os opositores do regime.

Notícias relacionadas