Obama agradece hospitalidade brasileira e convida Dilma para visitá-lo nos EUA

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Obama qualificou a hospitalidade do governo brasileiro de 'maravilhosa'

O presidente americano, Barack Obama, telefonou nesta sexta-feira para a presidente Dilma Rousseff para agradecer “hospitalidade” do governo durante sua visita ao Brasil.

De acordo com o porta-voz da Presidência, Rodrigo Baena, Obama disse ainda que gostaria de retribuir a acolhida do governo brasileiro, que qualificou de “maravilhosa”.

Dilma agradeceu as “palavras gentis” que Obama proferiu no discurso do Rio de Janeiro e afirmou que têm interesse em visitar os Estados Unidos. No entanto, ainda não há datas ou outros detalhes dessa viagem.

Segundo a Casa Branca, o presidente americano ressaltou durante o telefonema a importância das parcerias comerciais e acordos bilaterais.

Relações bilaterais

A presidente retribuiu, dizendo que considerou a visita um marco nas relações entre os dois países e destacou a importância de se prosseguir nas discussões para que a relação Brasil-Estados Unidos tenha resultados ainda mais positivos.

Obama também ligou para os presidentes dos dois outros países que visitou, Chile e El Salvador. Ao chileno Sebastiám Piñera ele agradeceu a iniciativa de co-patrocinar a resolução sobre o Irã, aprovada no Conselho de Direitos Humanos no dia 24.

Já no telefonema ao salvadorenho Mauricio Funes, ele destacou a importância da parceria com o país para desenvolver programas de segurança na América Central.

Portugal

O porta-voz da presidência informou ainda que Dilma viajará para Portugal na próxima segunda-feira. No dia seguinte, ele visita a Universidade de Comibra, onde assiste à cerimônia de concessão do título de Doutor Honoris Causa ao ex-presidente Lula.

Em seguida, ela parte para Lisboa, onde terá encontros com o presidente Cavaco Silva, no Palácio de Belém, e com o primeiro-ministro José Sócrates, em sua residência oficial.

Notícias relacionadas