Forças de Khadafi expulsam rebeldes da cidade de Bin Jawad

Rebeldes recuam depois de ataque de forças pró-Khadafi perto de Bin Jawad (Reuters) Direito de imagem BBC World Service
Image caption Forças pró-Khadafi conseguiram expulsar rebeldes de Bin Jawad

Forças do governo da Líbia intensificaram os ataques e conseguiram expulsar os rebeldes de Bin Jawad, uma das cidades importantes do país que estava nas mãos dos oposicionistas.

O repórter da BBC na Líbia Nick Springate disse ter visto centenas de carros fugindo da cidade em direção ao leste. Antes da fuga, foram registrados combates pesados na cidade.

Também foram registrados ataques na cidade de Misrata, mais próxima a Trípoli, e há informações sobre explosões na capital líbia.

Nos últimos dias, as forças rebeldes haviam feito rápido progresso em direção a oeste, a partir da cidade de Benghazi, bastião dos oposicionistas.

Ajudados pelos bombardeios internacionais, os rebeldes haviam conseguido tomar diversas cidades costeiras como Ras Lanuf, Brega, Uqayla e Bin Jawad. Mas analistas afirmam que a situação mudou de modo significativo nesta terça-feira, à medida que forças leais a Khadafi utilizaram armamento pesado e forçaram uma retirada em massa.

Leia também na BBC Brasil: Reunidos em Londres, aliados prometem manter pressão sobre Khadafi

Misrata

Um morador da cidade de Misrata disse à BBC que os soldados pró-Khadafi estavam atacando a cidade com tanques e armas pesadas. Líderes rebeldes em Benghazi afirmam que pelo menos 124 pessoas foram mortas na cidade nos últimos nove dias.

A rádio mantida pelos rebeldes está pedindo para que mais moradores do oeste da Líbia se juntem à rebelião.

A Otan, por sua vez, negou que seus ataques aéreos estejam funcionando como cobertura para um avanço dos rebeldes.

Mais cedo, um porta-voz do Pentágono em Washington, o vice-almirante Bill Gortney, disse que o fato de os rebeldes líbios não serem bem organizados significa que qualquer avanço militar deles é frágil.

Segundo ele, os rebeldes estão claramente se beneficiando de ações dos EUA, que começaram a usar aviões fortemente armados contra forças do regime de Khadafi.

Enquanto isso, navios da Sexta Frota dos EUA atacaram três navios líbios que vinham disparando contra navios mercantes no porto de Misrata, a oeste de Sirte.

Um dos navios foi destruído e um segundo ancorado, enquanto o terceiro foi abandonado, segundo autoridades da Marinha americana.

Notícias relacionadas