Ataque aéreo da Otan mata 13 rebeldes líbios, dizem médicos

Foto: Reuters Direito de imagem Reuters
Image caption Segundo médicos, vítimas estariam perto de tanque rebelde

Rebeldes no Leste da Líbia afirmam ter sido atingidos por engano durante um ataque aéreo da Otan, a aliança militar ocidental.

Médicos na cidade de Ajdabiya disseram à BBC que 13 integrantes das forças rebeldes que estavam próximos a um tanque foram mortos.

Segundo o repórter da BBC Wyre Davies, o clima era de revolta entre as forças contrárias ao governo de Muamar Khadafi.

Comandantes rebeldes disseram que pelo menos quatro mísseis atingiram suas posições, matando "muitas pessoas e deixando muitas outras feridas".

Tropas rebeldes começaram a bater em retirada na região na quarta-feira, após sofrerem um pesado bombardeio das forças do governo. Depois do suposto ataque aéreo da Otan, os rebeldes estariam retirando todos os seus veículos blindados e armamentos da cidade.

Este é o terceiro incidente do tipo nos últimos dias envolvendo as forças internacionais que foram enviadas à Líbia para proteger os civis.

Notícias relacionadas