Raúl sucede Fidel no comando do Partido Comunista cubano

Fidel Castro (esquerda) e Raúl Castro(Foto: AP) Direito de imagem AP
Image caption Fidel Castro exercia cargo de primeiro-secretário desde 1965

O Partido Comunista de Cuba indicou nesta terça-feira Raúl Castro para o cargo de primeiro-secretário da instituição, ocupado desde 1965 pelo irmão Fidel, ex-presidente e líder histórico da revolução cubana.

A eleição ocorreu durante o sexto congresso do Partido Comunista Cubano, em Havana. A chefia da principal instituição política de Cuba era o último cargo que Fidel, de 84 anos, ainda retinha.

Um dos atuais vice-presidentes do país, José Machado Ventura, 80 anos, foi indicado para ser o segundo-secretário do partido. O anúncio era muito esperado, já que o ocupante do posto assume uma posição de destaque para um dia assumir a Presidência do país, ocupada há décadas por membros da família Castro.

Leia mais na BBC Brasil: Fidel Castro renuncia à direção do Partido Comunista de Cuba

Também no Congresso, Fidel e Raúl, de 79 anos, fizeram a primeira aparição pública juntos em cinco anos, quando Fidel transferiu o poder ao irmão.

O correspondente da BBC em Havana Michael Voss afirma que a presença de Fidel no Congresso é um sinal do apoio dele às profundas mudanças econômicas que o irmão tenta implementar no país.

Mudanças

O Congresso do Partido decidiu permitir aos cubanos, pela primeira vez desde a revolução de 1959, comprar e vender suas casas.

Até agora, os cubanos podiam apenas passar as casas de pai para filho ou trocá-las por meio de um complicado sistema, frequentemente alvo de fraudes.

Leia mais: Pela 1ª vez desde 1959, Cuba vai permitir compra e venda de imóveis

Raúl Castro também anunciou que as posições políticas no país passarão a ser limitadas a dois mandatos de cinco anos cada e prometeu “rejuvenescer” o governo.

Ele disse que a liderança do partido precisa se renovar e devia ser submetida a forte autocrítica.

Analistas afirmam que a proposta é sem precedentes no contexto do comunismo cubano.

Notícias relacionadas