Fã acampa diante de abadia onde ocorrerá casamento real

Loughrey, diante da abadia Direito de imagem Getty Images
Image caption Loughrey usa camiseta que diz: 'Diana estaria orgulhosa'

Um entusiasta da família real britânica montou acampamento diante da abadia de Westminster, em Londres, onde ocorrerá nesta sexta-feira o casamento do príncipe William com Kate Middleton.

John Loughrey, de 56 anos, iniciou sua vigília na noite da última segunda-feira. Disse que vai passar a semana no local para garantir uma boa visibilidade do casamento real.

“Sempre fui leal à família real”, diz o morador de Londres, usando uma camiseta com uma foto de William e Kate e os dizeres: “Diana ficaria orgulhosa”.

Leia mais na BBC Brasil: Conheça a abadia de Westminster, palco do casamento real

Ex-assistente de um chef gastronômico, Loughrey se diz “um superfã” de Diana, morta em 1997. Na época, ele também acampou no local.

Segundo ele, “temos uma família real há mais de mil anos e eles dão uma grande contribuição à vida neste país”.

Na sexta-feira, são esperadas cerca de 200 mil pessoas no Hyde Park, a cerca de 3,5 km da abadia, e outras 20 mil na praça Trafalgar, onde flashes do casamento serão transmitido por telões.

Enquanto entusiastas como Loughrey se preparam para acompanhar o casamento, opositores do sistema monárquico planejam festas para mostrar sua contrariedade ao frisson que rodeia a cerimônia de sexta-feira.

O grupo de lobby Republic, que faz campanha por um chefe de Estado eleito na Grã-Bretanha, vai realizar uma série de festas em Londres, Manchester, Cardiff (País de Gales) e Edimburgo (Escócia).

Notícias relacionadas