Jornal britânico ironiza casamento real em suplemento satírico

Suvenires ligados ao casamento real (AFP/Getty Images) Direito de imagem AFP Getty Images
Image caption Jornal satirizou onda de suvenires e edições especiais sobre a cerimônia

O diário britânico The Guardian publicou nesta quarta-feira uma edição especial de seu caderno de variedades, G2, no qual oferece um falso guia para o casamento real entre o príncipe William e Kate Middleton, no qual satiriza a cerimônia e os diversos eventos previstos.

O caderno, intitulado (Not) The Royal Wedding, é um comentário ácido do jornal - que é tradicionalmente crítico em relação à monarquia - ironizando a cerimônia e a pompa do evento.

O suplemento traz uma seção intitulada ''Conheça o Noivo e a Noiva'', no qual afirma que ''o cabelo brilhante de Kate e suas longas pernas são um triunfo da vontade - e uma possível injeção de hormônios de égua no começo da adolescência - prevalecendo sobre a genética''.

De acordo com o jornal, ''ao passo que o marido pode traçar a sua linhagem sanguínea ao longo das eras, Kate é uma plebeia, o que significa que até 150 anos seus ancestrais eram montes de lama e cuspe''. Já o noivo, conta o Guardian, ''nasceu há 28 anos, filho de uma princesa liiiiiiinda e de um boni...bem, de um príncipe'', uma referência à beleza da mãe de William, a princesa Diana, e os atributos supostamente não tão afortunados do pai, o príncipe Charles.

O suplemento traz até mesmo um WindsorLeaks, com ''informações confidenciais vazadas de telegramas reais''. Um deles, por exemplo, do dia do anúncio do casamento real, afirma que o assunto dominou a mídia, como esperado, e que, portanto, é uma boa hora para esconder problemas da realeza.

''Alguém tem alguma notícia ruim para enterrar? (...) E aquele barman no qual (o príncipe) Harry bateu? Nós poderíamos vendá-lo, levá-lo para a floresta e soltá-lo. Quer vai lembrar dessa história maluca agora?'', diz o telegrama de um assessor real fictício, em referência a incidentes com os quais o príncipe Harry, o irmão de William, se envolveu no passado.

'Cartas'

O caderno especial traz ainda uma seção de ''cartas'' de Kate endereçadas a sua mãe, na qual a futura noiva afirma que ''mal sinto falta de trabalhar porque estou tão ocupada em cuidar dos uniformes de Willie'' ou que ''a família de Willie é fantástica. O príncipe Philip me ensinou como operar uma caixa registradora''.

Entre os destaques "programados" para o dia do casamento, o caderno menciona a dança do casal real inspirada no filme Dirty Dancing, com direito a dois minutos de silêncio em lembrança ao ator Patrick Swayze, protagonista do longa metragem e ainda o pronunciamento da rainha Elizabeth II no qual a monarca afirma: ''Nós rezamos para que este casamento dure mais do que aqueles dos meus filhos ou a monarquia realmente está acabada''.

O cardápio da cerimônia também não escapa das tiradas do jornal, com uma direito a uma ''torta palacial'' encoberta com folhas de ouro e uma sobremesa dietética feita a pedido do convidado Elton John.

Uma lista com regras de etiqueta também inclui pedidos inusitados, como ''deixe os cartões de visitas em casa ou traga MUITOS. A igreja é grande'' ou ''evite olhar nos olhos da rainha...ela cospe como um camelo'' e ''não dê gorjetas para o arcebispo''.

Notícias relacionadas