Europa

Nadador olímpico é resgatado de buraco de areia na praia

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Tocar com outro programa

O nadador Jakub Maly, membro da equipe olímpica de natação da Áustria, foi resgatado de um buraco de areia em uma praia da Flórida, nos Estados Unidos, após ter sido soterrado.

No último domingo, Maly, de 19 anos, havia cavado um buraco de cerca de 2 metros de profundidade, para se divertir, na praia de Pompano.

Depois disso, o nadador pulou dentro do buraco, mas a areia cedeu ao redor da abertura, fazendo com que ele ficasse enterrado.

Uma equipe de resgate de 60 pessoas conseguiu desenterrar a cabeça de Maly, mas foi preciso colocar tábuas de madeira ao redor de seu pescoço, para impedir que a areia cedesse ainda mais.

Resgate de Jakub Maly

O nadador ficou soterrado por duas horas em uma praia na Flórida

Após duas horas de escavações, o atleta foi retirado do buraco de areia e levado a um hospital local.

Perigo

Segundo a agente local da equipe austríaca, Elaine Fitzgerald, Jakub Maly e outros 19 membros do time olímpico, incluindo atletas e técnicos, estavam treinando na Flórida.

Por causa do perigo de ter sofrido lesões causadas pela pressão da areia em seu corpo, o nadador ficou em observação no hospital até a segunda-feira. Ele passa bem.

Fitzgerald disse ao jornal americano South Florida Sun-Sentinel que Maly e seus colegas acharam graça no momento em que ele pulou no buraco de areia. No entanto, a areia rapidamente o cobriu por inteiro.

Os outros nadadores conseguiram remover a areia que cobria a cabeça de Maly para deixá-lo respirar, mas tiveram que chamar os funcionários do resgate da praia para desenterrá-lo.

Enquanto isso, um dos técnicos conversava com o atleta para mantê-lo consciente.

"Houve momentos em que o técnico pensou que perderíamos o rapaz", disse a agente.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.