Oriente médio

Rebeldes líbios se escondem no deserto à espera de tropas de Khadafi

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Tocar com outro programa

Rebeldes líbios continuam desafiando o comando do líder Muamar Khadafi na Líbia, e o conflito no país não dá sinais de que terminará tão cedo, mesmo com os bombardeios da Otan (aliança militar ocidental) contra o regime.

A BBC conversou com um grupo de rebeldes no deserto da Líbia. Antes do conflito, eles trabalhavam como seguranças, lojistas e engenheiros. Agora, se consideram mártires.

Rebeldes se consideram mártires na luta contra regime líbio

A guerra na Líbia é disputada em mais de uma frente. Ganhará quem obtiver o controle das principais cidades do país, como Misrata, Benghazi e Trípoli. Mas as linhas de combate se movem constantemente, e os rebeldes tentam bloquear o avanço de Khadafi rumo ao leste do país.

Os homens do grupo entrevistado pela BBC dizem que não imaginavam que se tornariam combatentes. “Não gostamos de ser soldados, mas temos que lutar, porque Khadafi nos forçou a isso”, diz um dos rebeldes.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.