Em cidade atingida, Obama diz que tornado foi ‘tragédia nacional’

Getty Direito de imagem BBC World Service
Image caption Obama falou com moradores de Joplin neste domingo

O presidente dos EUA, Barack Obama, disse neste domingo durante visita à Joplin, no Estado americano do Missouri, que o tornado que matou 142 pessoas na cidade na semana passada foi uma "tragédia nacional".

"Esta não é apenas a tragédia de vocês, é uma tragédia nacional, que terá uma resposta nacional", disse ele, presente na cidade para atender a um evento em homenagem às vítimas, uma semana após a passagem do tornado.

"Não tenho dúvidas de que Joplin será reconstruída e, como presidente, prometo que estaremos juntos com vocês em todas as etapas", disse ele.

Mais de 600 voluntários e 50 equipes de cães farejadores seguem procurando vítimas sob os escombros de construções destruídas. Cerca de 105 pessoas ainda estão desaparecidas.

Força

Obama fez um apelo para que os americanos doem para a Cruz Vermelha ou outras organizações de ajuda para as vítimas de um dos tornados mais destrutivos da história do país.

Os ventos de mais de 200 km/h passaram pelo centro da cidade, deixando um rastro de destruição e mais de 900 feridos.

O Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos (US National Weather Service) diz que 2011 já é o ano no qual os tornados causaram o maior número de mortes desde que as medições começaram, em 1950.

Este ano, 520 pessoas foram mortas, superando o número de 519 registrado em 1953.

Notícias relacionadas