Soldados sírios 'disparam contra manifestantes' em Damasco

O presidente da Síria, Bashar al-Assad. Direito de imagem Reuters
Image caption Governo sírio propôs diálogo, mas ativistas querem a saída de Assad

As forças de segurança sírias dispararam contra manifestantes anti-governo na capital, Damasco, e em outras cidades, segundo ativistas.

Os protestos desta sexta-feira podem estar entre os maiores desde o início do levante popular contra o governo do presidente Bashar al-Assad, no mês de março.

Relatos dizem que conflitos em uma manifestação no centro de Damasco deixaram mortos.

O governo deu início a um projeto de "diálogo nacional", mas muitos ativistas ainda pedem a renúncia do presidente Assad.

As sextas-feiras se tornaram o principal dia de protestos no país, após o momento das orações tradicionais.

Há relatos de grandes manifestações em diversos locais do país, incluindo as cidades de Homs, Deraa e Idlib, e no bairro de Qabun, em Damasco.

Notícias relacionadas