Família de Amy Winehouse se diz ‘desolada’ e pede privacidade

Atualizado em  24 de julho, 2011 - 20:08 (Brasília) 23:08 GMT

Amy Winehouse e o pai, Mitchell, eram muito próximos

A família da cantora Amy Winehouse, que morreu aos 27 anos, afirmou neste domingo que está se sentindo “desolada” e pediu “privacidade”.

Winehouse, que ganhou fama internacional com o álbum Back to Black, foi encontrada morta no sábado em sua casa no norte de Londres.

“(Sua morte) deixa uma lacuna em nossas vidas”, disse a família por meio de um comunicado. “Nossa família está desolada pela perda de Amy, uma maravilhosa filha, irmã e sobrinha.”

“Estamos juntos para lembrar dela e por isso agradeceríamos se pudéssemos ter privacidade e espaço nesse momento tão terrível.”

A cantora vinha há anos lutando contra o vício do álcool e das drogas.

Pai fã de jazz

O pai de Winehouse, taxista Mitchell, voltou às pressas de Nova York, onde havia participado de um show de jazz.

Ele é um estusiasta do gênero e costumava a cantar junto com sua filha desde que ela era criança. Os dois eram muito próximos.

A família afirmou ainda que o funeral deve ocorrer o quanto antes, mas que era impossível marcar a data pois era preciso realizar a autópsia. O exame deve ser realizado nesta segunda ou terça-feira.

Amy Winehouse morre aos 27 anos

Fãs prestam homenagem em frente a casa onde foi morta em Londres

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

O porta-voz da polícia britânica Supt Rak Kohli disse que sua morte ainda estava sendo tratada como inexplicada.

“Seria inapropriado especular sobre a causa de sua morte neste momento”, disse Kohli. “Envio minhas condolências não apenas a sua família, mas também aos milhares de fãs em todo o mundo.”

Famosos

O domingo foi marcado por homenagens à cantora, feitas por fãs ou por muitos de seus amigos famosos.

O ator Russell Brand publicou em seu site que "perdemos uma alma linda e uma mulher talentosa". Ele descreveu uma das primeiras vezes que a viu no palco, quando ele mesmo enfrentava problemas com drogas.

"Entrando no local, vi Amy no palco com (Paul) Weller e sua banda. Então, assombro. O assombro que nos acomete quando testemunhamos a genialidade."

Kelly Osbourne e Amy

Kelly Osbourne: 'mal posso respirar'

A cantora americana Carole King, de quem Winehouse gravou a canção Will You Love Me Tomorrow descreveu-a como "muito talentosa", mas disse que sua vida havia sido "terrivelmente amaldiçoada".

O guitarrista dos Roilling Stones Ron Wood dedicou seu programa de rádio na Grã-Bretanha da noite de sábado à cantora, afirmando que sua morte "é uma perda muito triste de uma grande amiga com quem passei muito tempo junto".

Wood também disse que dedicaria uma apresentação de sua outra banda, o Faces, na cidade inglesa de Hurtwood, para a cantora.

Twitter

Muitas celebridades usaram suas contas no Twitter para se expressar sobre a morte da cantora.

Kelly Osbourne, cantora, apresentadora e filha de Ozzy, publicou que "mal posso respirar agora, estou chorando tanto por ter perdido uma das minhas melhores amigas".

"Te amo para sempre, Amy e nunca esquecerei quem você era de verdade."

O guitarrista do Jane´s Addiction Dave Navarro escreveu "Meu Deus! Tão triste ouvir sobre Amy Winehouse! Minhas condolências mais profundas para a família, amigos e fãs. Você vai deixar saudade, Amy".

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.