Jovem australiana fica 10 horas com suposto explosivo no pescoço

Atualizado em  3 de agosto, 2011 - 23:56 (Brasília) 02:56 GMT

Player

Madeleine Pulver estava em sua casa em Sydney quando foi dominada por um invasor mascarado.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Um dos subúrbios mais ricos da cidade de Sydney, a maior da Austrália, viveu momentos de tensão e mistério nesta quarta-feira quando uma jovem ficou por várias horas em sua casa com um material supostamente explosivo preso em seu pescoço.

Madeleine Pulver, de 18 anos, estava estudando para as provas finais do ano letivo quando foi dominada por um invasor mascarado que amarrou o suposto explosivo em seu corpo. O homem deixou o local logo depois de atacar a jovem.

Foto: BBC

Tudo se resolveu pouco após meia-noite, depois de dez horas de suspense

A divisão antibombas da polícia australiana foi acionada para retirar o material do pescoço de Madeleine.

Tudo se resolveu pouco após meia-noite, depois de dez horas de suspense. A polícia disse que a jovem estava a salvo, sendo levada a um hospital e entregue a seus pais.

Depois que tudo foi resolvido, a polícia apurou que o material preso no pescoço de Madeleine não era explosivo. As autoridades ainda estão tentando buscar uma explicação para o que ocorreu.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.