Amistoso de basquete entre EUA e China termina em briga

Atualizado em  19 de agosto, 2011 - 10:28 (Brasília) 13:28 GMT

Player

A confusão na partida, que pretendia aproximar os dois países, ofuscou a visita do vice-presidente americano a Pequim.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Uma partida de basquete entre chineses e americanos em Pequim na última quinta-feira terminou em confusão, ofuscando a visita do vice-presidente americano Joe Biden ao país.

Por causa de uma falta, o jogo entre o time universitário Georgetown Hoyas, de Washington, e o time chinês Bayi Rockets se transformou em briga.

Os jogadores passaram a trocar socos e chegaram a atirar cadeiras uns nos outros, fazendo com que oficiais dos dois governos abandonassem o ginásio.

Jogadores americanos e chineses brigam durante partida em Pequim.

A partida se transformou em troca de socos entre os times

A equipe de basquete americana está na China para uma viagem de 10 dias durante a visita de Joe Biden, que pretende usar o esporte para fortalecer a cooperação entre os dois países.

No entanto, o vice-presidente não havia ido ao jogo contra o Bayi Rockets.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.