Khadafi diz que está bem e em Trípoli, afirma agência russa

Atualizado em  23 de agosto, 2011 - 12:25 (Brasília) 15:25 GMT

Filho de Khadafi reaparece em Trípoli e diz que pai está bem

Tribunal Penal Internacional havia confirmado captura de Saif Al-Islam Khadafi por rebeldes.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

A Agência de notícias russa Interfax afirmou que o líder líbio, coronel Muamar Khadafi, conversou nesta terça-feira por telefone com um integrante do governo russo, afirmando que está bem, em Trípoli, e que não pretende deixar a Líbia.

Khadafi não é visto em público desde maio, e seu paradeiro é alvo de inúmeras especulações. O líder líbio é procurado pelas forças rebeldes que entraram na capital líbia durante o fim de semana, e por forças da Otan.

De acordo com a Interfax, o presidente da Federação Internacional de Xadrez, Kirsan Ilumzhinov, recebeu um telefonema de Muhammad Khadafi, um dos filhos do líder líbio. Muhammad disse estar na capital da Líbia ao lado do pai.

Segundo a Interfax, Khadafi disse: "Estou vivo e com saúde, estou em Trípoli e não pretendo sair da Líbia. Não acreditem nos relatos mentirosos das empresas de TV ocidentais".

Ilyumzhinov, que foi governador da região russa de Kalmkyia, foi fotografado jogando uma partida de xadrez com Khadafi na Líbia em junho.

A informação sobre as declarações de Khadafi foi divulgada horas após a aparição surpresa em público de Saif al-Islam Khadafi, outro filho do líder líbio. O porta-voz do governo Moussa Ibrahim, havia desmentido na rede de TV líbia Al-Urubah que Saif al-Islam e Muhammad estivessem em poder dos rebeldes, como chegou a ser divulgado na segunda-feira.

Combate em Trípoli

Rebeldes que tentam tomar o controle de Trípoli ainda enfrentam a resistência por parte de tropas leais a Khadafi.
O movimento pela tomada de Trípoli foi iniciado na madrugada de domingo pelos insurgentes, que estabeleceram postos de checagem na cidade.
Centenas de moradores saíram às ruas para celebrar. Ao mesmo tempo, violentos confrontos explodiram nos arredores do quartel-general de Khadafi e em outras partes da cidade.
Tropas pró-Khadafi continuavam no controle das ruas ao redor de um importante hotel de Trípoli, o Rixos, onde se hospedam diversos jornalistas ocidentais.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.