Tubarão mata bodyboarder em 'paraíso' de surfistas

Kyle e sua namorada (Crédito: 9 News) Direito de imagem 9 News
Image caption Jovem foi socorrido por amigos mas não resistiu

Um surfista australiano morreu após ser atacado por um tubarão nas águas da baía de Bunker Bay, no sudoeste da Austrália, no fim-de-semana.

Segundo a imprensa australiana, Kyle Burden, de 21 anos de idade, foi praticamente devorado das pernas para baixo depois de ser atacado pelo que especialistas acreditam ser um tubarão-branco, um dos maiores predadores marítimos existente.

Testemunhas e amigos que estavam presentes no momento do incidente lamentaram a perda e relataram aos jornais e TVs da Austrália o sentimento de terror pelo fato de passar tão perto da morte.

Kyle Smith, de 25, estava surfando no mesmo local quando viu o que parecia ser uma baleia. Segundo contou à rádio 6PR e ao canal de TV Channel 9, um grupo de golfinhos estava se comportando de maneira estranha.

"Uma garota estava nadando atrás de mim. Ela gritou dizendo que achava que um golfinho estava atrás dela", afirmou.

"Olhamos e não era um golfinho. Estávamos bem convencidos de que se tratava de uma baleia. O animal passou debaixo da gente e foi em direção de um grupo de cerca de 15 surfistas", disse.

O ataque, rápido, gerou pânico dentro da água. Gravemente ferido e com grande parte dos membros inferiores arrancada, Kyle foi levado para a costa pelos amigos, mas não resistiu aos ferimentos.

Direito de imagem Gnangarra Wiki Commons
Image caption Região de Bunker Bay é popular entre surfistas

<b>Choque</b>

A região de Boneyards, onde o ataque ocorreu, é popular entre os surfistas australianos. Na segunda-feira, a praia continuava fechada para o banho.

No local onde Kyle morreu, amigos enterraram uma prancha na areia e deixaram flores e homenagens.

A morte do jovem gerou pedidos para que as autoridades cacem o tubarão, mas o departamento responsável pela guarda costeira afirmou que qualquer tubarão encontrado será espantado com barcos.

Especialistas dizem que a presença de baleias, golfinhos e outros peixes tornam a baía uma área com "condições perfeitas para tubarões".

Segundo a TV australiana Channel 9, o incidente deixou a comunidade perto de Boneyards em "total choque".

Notícias relacionadas