Atiradores pró-Khadafi detêm avanço de forças do governo em Sirte

Soldado de tropa anti-Khadafi tenta avançar em Sirte (Reuters) Direito de imagem BBC World Service
Image caption Soldado de tropa anti-Khadafi tenta avançar em Sirte

A cidade de Sirte, um dos últimos redutos do antigo regime de Muamar Khadafi na Líbia, foi palco de combates violentos nesta terça-feira.

Partidários do governo de transição encontraram forte resistência de soldados leais a Khadafi.

Um correspondente da BBC nos arredores de Sirte afirma que os dois lados trocaram tiros de metralhadora, de artilharia pesada e dispararam foguetes.

Sirte, a leste da capital líbia, Trípoli, ainda é uma das últimas cidades em poder das forças leais a Khadafi e milhares de civis ainda estão na cidade.

Agências de ajuda humanitária já alertaram que estes civis podem estar enfrentando uma situação difícil na cidade.

Atiradores

Centenas de soldados do Conselho Nacional de Transição (CNT) - que já controla a maior parte da Líbia - estão em Sirte, mas atiradores leais a Khadafi impedem seu avanço para o centro da cidade, segundo a agência de notícias Reuters.

Pelo segundo dia, as tropas anti-Khadafi permanecem empacadas em uma rotatória a dois quilômetros do centro.

"As forças de Khadafi posicionaram vários atiradores em volta da rotatória e não está fácil avançar até que nos livremos dos atiradores", disse Ahmed Saleh, soldado do CNT, à Reuters.

Agências de ajuda humanitária informaram que civis em Sirte e em Bani Walid, outra cidade controlada por simpatizantes do antigo regime, pediram ajuda e disseram que os suprimentos médicos e os alimentos estão acabando.

O correspondente da BBC Alastair Leithead, que está em Sirte, afirmou que o poder de fogo e a determinação do Exército do novo governo da Líbia devem acabar resultando na ocupação total da cidade natal de Khadafi.

Mas Leithead prevê embates violentos, pois as forças a favor de Khadafi circulam forte propaganda entre seus correligionários afirmando que os rebeldes querem vingança. Isso pode levar os defensores de Sirte a lutar até a morte, acreditando que não têm mais nada a perder.

Notícias relacionadas