Combatente diz à BBC que Khadafi foi encontrado em buraco em Sirte

Combatentes celebram nas ruas de Sirte. Direito de imagem Reuters
Image caption Segundo combatentes leais ao CNT, Khadafi foi capturado e levado a Misrata

Um combatente leal às autoridades do governo interino da Líbia disse à BBC que encontrou o coronel Muamar Khadafi em um buraco em Sirte e que o ex-líder teria pedido que ele não atirasse.

O combatente brandia uma pistola dourada que dizia ter pertencido a Khadafi.

Mohammed el-Bibi, que tem cerca de 20 anos, foi colocado nos ombros de outros membros das forças do Conselho Nacional de Transição (CNT) ao dar a notícia sobre Khadafi, segundo o correspondente da BBC em Sirte, Gabriel Gatehouse.

"Eles repetiam a frase 'Deus é grande', em árabe e atiravam para o alto em comemoração", diz Gatehouse.

El-Bibi disse à BBC que encontrou o ex-líder líbio dentro de um buraco no chão em Sirte. O coronel teria dito a ele: "Não atire".

A captura de Khadafi ainda não foi confirmada por fontes independentes e ainda não se sabe se o ex-líder líbio está vivo ou foi morto.

Celebração

Dois meses após a tomada de Trípoli pelas forças do CNT, a maior parte da cidade natal de Khadafi, Sirte, já está nas mãos do governo interino.

Segundo Gabriel Gatehouse, dezenas de líbios comemoram a notícia da captura de Khadafi nas ruas.

Se for confirmada, a queda de Khadafi marca uma virada na revolução líbia.

Espera-se que os conflitos cheguem ao fim e que o processo de reconstrução política tenha início no país.