EUA negam ter informações sobre existência de alienígenas

Os telescópios Allen, rastreadores de ETs (Foto: Arquivo/ BBC)
Image caption Seres humanos já têm iniciativas para rastrear ETs

O governo americano negou formalmente que tenha evidências da presença de seres extraterrestres na Terra.

Em um comunicado ao público, a Casa Branca respondeu a duas petições encaminhadas pelo site We The People - que se propõe a encaminhar ao governo qualquer documento que alcance pelo menos 5 mil assinaturas.

Mais de 17 mil pessoas assinaram duas petições pedindo ao governo que abra suas informações a respeito da presença extraterrestre na Terra e a respeito de possíveis contatos com seres humanos.

"O governo americano não tem evidências da existência de vida fora do nosso planeta, nem de que qualquer ser extraterrestre tenha tentado ou estabelecido contato com qualquer membro da raça humana", afirma a nota da Casa Branca.

O texto, assinado pelo especialista em política espacial Phil Larson, do Escritório de Política Científica e Tecnológica da Casa Branca, agrega que "não há informações suficientes para sugerir que qualquer evidência esteja sendo ocultada do olho público".

Em busca de ETs

Larson menciona duas iniciativas em andamento que podem acrescentar evidências ao debate, as missões espaciais Kepler e o Laboratório Científico de Marte.

Enquanto a missão Kepler busca planetas semelhantes à Terra entre estrelas distantes, o Laboratório Científico de Marte analisará amostras geológicas do Planeta Vermelho em busca de elementos químicos que possam propiciar a criação da vida.

Mas talvez o mais conhecido esforço na procura por seres extraterrestres seja o projeto de Busca por Inteligência Extraterrestre (Seti, na sigla em inglês), outrora financiado parcialmente pela agência espacial americana, a Nasa.

A missão continua captando sons e imagens do cosmos em busca de sinais de civilizações inteligentes em outras partes do espaço.

"Muitos cientistas e matemáticos se debruçaram sobre a questão da existência ou não de vida além da Terra, e concluíram que são altas as chances de que em algum lugar entre as trilhões e trilhões de estrelas no universo haja um planeta, além do nosso, que sirva de abrigo para a vida", escreveu o especialista da Casa Branca.

"Muitos observaram, entretanto, que as nossas chances de fazer contato com qualquer um deles - especialmente qualquer um inteligente - são extremamente pequenas, tendo em vista as distâncias envolvidas."

Notícias relacionadas