William e Harry visitam Príncipe Philip em hospital

Príncipe William visita o avô, príncipe Philip, em hospital de Cambridgeshire (AP) Direito de imagem BBC World Service
Image caption William e Harry visitaram o avô, o príncipe Philip, no hospital

Seis netos do príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª da Grã-Bretanha, passaram pelo hospital onde ele está internado neste domingo, incluindo os príncipes William e Harry.

Além de William e Harry, as princesas Beatrice e Eugenie, filhas do príncipe Andrew, também visitaram Philip no hospital em Cambridgeshire.

A noite deste domingo será a terceira que Philip passará no hospital e ainda não foram divulgados detalhes sobre quando o duque de Edimburgo deve deixar o hospital Papworth.

Philip, de 90 anos, foi submetido na sexta-feira a uma cirurgia para desbloquear uma artéria, após reclamar de dores no peito.

De cordo com os médicos, a intervenção sofrida pelo marido da rainha foi "minimamente invasiva", em um procedimento no qual um balão é inserido dentro da artéria e inflado, para remover a obstrução coronária.

Celebração de Natal

Um porta-voz do Palácio de Buckingham informou que Philip está "animado", mas vai permanecer em observação no hopsital. A rainha continua sendo informada sobre o estado de saúde do marido.

O porta-voz acrescentou que o duque de Edimburgo ainda deve permanecer internado por um "período curto", sem especificar uma data para sua liberação.

Além dos príncipes, Philip também recebeu visitas do príncipe Charles e sua esposa, Camilla. E, na véspera de Natal, a rainha e os filhos, Edward e Andrew, e a filha Anne, também visitaram Philip.

A família real britânica comemorou o Natal na residência em Sandringham, em Norfolk, sudeste da Inglaterra.

Uma missa foi celebrada na igreja da residência com a presença da família real e, pela primeira vez, da duquesa de Cambridge, Kate, que se casou com o príncipe William em abril.

A última vez que Philip foi internado foi em abril de 2008, quando passou três dias em um hospital de Londres para tratar de uma infecção.

Em uma declaração dada pouco antes de seu 90º aniversário, em junho, Philip afirmou que pretendia diminuir o ritmo de trabalho. Ele renunciou ao cargo de presidente ou patrono de mais de uma dezena de organizações.

Notícias relacionadas