Bebê morre ao ser tragado por buraco na Rússia

Equipes de resgate na cidade russa de Bryansk encontraram nesta segunda-feira o corpo de um bebê de 18 meses que havia desaparecido no dia anterior quando um buraco de 4 m² surgiu repentinamente em uma rua, segundo a imprensa local.

A mãe levava o filho em um carrinho de bebê na tarde de domingo quando o incidente aconteceu.

Ambos foram tragados pelo buraco.

O pai, um guarda de trânsito que estava perto do local, conseguiu resgatar a mãe usando uma corda, mas o bebê desapareceu pelo sistema de esgoto da cidade (localizada a cerca de 380 km ao sul de Moscou).

­A mãe, Tatyana Didenko, de 26 anos, foi hospitalizada em choque, mas sem danos físicos graves.

Cerca de 70 pessoas participaram das buscas pela criança, que duraram mais de 24 horas.

Fontes oficiais afirmam que o incidente deve ter sido causado pelo rompimento de uma tubulação de água.

Tubulações transportando água quente se rompem ocasionalmente na Rússia, levando ao rompimento do solo por cima delas e ameaçando a segurança de transeuntes.

A TV russa Canal 1 afirma que as autoridades já abriram um processo para apurar se houve negligência no caso.

Notícias relacionadas