Suspeito sitiado na França morre após invasão policial

O cerco policial na cidade de Toulouse terminou nesta quinta-feira com a morte do suspeito pelo assassinato de sete pessoas na região, segundo confirmou o ministro do Interior da França, Claude Guéant.

A polícia entrou no apartamento onde Mohammed Merah, de 23 anos, estava sitiado desde a madrugada de quarta-feira de madrugada.

Segundo Guéant, a decisão de invadir o prédio foi tomada após a perda de contato com o suspeito desde a noite anterior.

Os policiais que invadiram o apartamento teriam sido recebidos a tiros. Guéant afirmou que Merah teria pulado por uma janela do apartamento, com uma arma na mão, e foi encontrado morto no chão.

Três policiais teriam ficado feridos na ação.

Merah é suspeito pelo ataque que matou um rabino e três crianças em uma escola judaica de Toulouse na segunda-feira e pela morte de três soldados em outros dois ataques na região na semana passada.

Segundo Guéant, os policiais atiraram granadas no apartamento e entraram pela porta e pelas janelas pouco após as 10h30 (6h30 de Brasília).

Após uma varredura no local, eles descobriram Merah escondido no banheiro. Ele teria saído disparando com várias armas e teria pulado pela janela enquanto continuava a atirar.

Notícias relacionadas