Pela primeira vez em mais de 15 anos, Stone Roses sobe ao palco e leva fãs ao delírio

Foto: PA Direito de imagem PA
Image caption Ian Brown comanda show de reunião da banda

A seminal banda indie The Stone Roses fez a primeira performance ao vivo em mais de 15 anos para uma plateia de fãs em êxtase, na Grã-Bretanha.

O quarteto fez um show-surpresa para cerca de mil pessoas em Parr Hall, em Warrington, no condado de Cheshire.

"Eles nunca tocaram tão bem juntos", disse o fã Leme André, de 43 anos.

Mas as opiniões foram controversas quanto à voz do cantor Ian Brown. "Ele não canta nada, mas ele nunca cantou", disse Tom Six, 35, de Liverpool.

As caóticas performances vocais de Brown antes de o grupo se dividir, em 1996, se tornaram lendárias.

"Ele estava um pouco rouco, mas foi tudo bem", disse Six. "Foram os Roses como eu me lembro deles."

'Clássicos e lados B'

Dennis Warriner, um gerente de supermercado de 50 anos de idade, de York, disse: "Ele começou um pouco meloso, mas depois ficou melhor, sem dúvida."

Outro fã, o funcionário público Paul Blaney, disse: "Eu vi Ian Brown quatro ou cinco vezes. Hoje o cara estava em chamas. Foi sensacional. A musicalidade me surpreendeu. Eles tocaram os clássicos e alguns lados B".

Com uma hora de duração, o show teve 11 músicas e começou com I Wanna Be Adored. Também incluiu canções do álbum de estreia, de 1989, incluindo Made Of Stone, Waterfall e She Bangs The Drums. Mas a banda não revelou qualquer material novo.

Foi a primeira vez que Brown, o guitarrista John Squire, o baixista Gary "Mani" Mounfield e o baterista Alan "Reni" Wren tocaram juntos ao vivo desde 1990.

Estrela do Oasis, Liam Gallagher estava em meio à multidão.

O show foi anunciado somente às 16h na quarta-feira e os ingressos estavam disponíveis para os fãs que apareceram no local com CD, LP ou camiseta do Stone Roses.

'Muita sorte'

Michelle McKay, neozelandesa que vive em Liverpool, disse que ouviu falar sobre o show no Twitter e foi direto, de ônibus.

"Cheguei aqui um pouco tarde para pegar a pulseira, mas tive muita sorte, um cara que eu nunca vi antes descolou uma para mim e entrei", ela disse.

"Eu estava na terceira fila e, para trás, todo mundo estava cantando junto. A banda quase foi engolida pela plateia. She Bangs The Drums foi o destaque para a maioria das pessoas. Nunca vi uma banda se abraçar assim no final. Há muito amor no quarteto."

O show de retorno da banda havia sido programado para Barcelona, no dia oito de junho. Eles não deveriam se apresentar no Reino Unido até o fim de junho, quando 225 mil pessoas são esperadas para assistir a três concertos no Heaton Park, em Manchester.

Eles também vão circular por festivais no Reino Unido e embarcar em turnê mundial.