Desenho de Tintin atinge preço recorde de 1,3 milhão de euros

Direito de imagem BBC World Service

Um desenho raro de 1932 da capa de uma história do personagem Tintin foi vendido pelo preço recorde de 1,3 milhão de euros (mais de R$ 3,1 milhões) em um leilão em Paris.

Tintin na América, é uma das apenas cinco capas desenhadas em nanquim e guache pelo próprio ilustrador e escritor belga Hergé.

A venda deste sábado bateu o recorde estabelecido pela mesma obra em 2008 quando havia sido vendida por 764 mil euros.

Ela foi comprada por um colecionador particular anônimo. O desenho mostra o jovem aventureiro Tintin vestido como um cowboy e sentado com seu cachorro Snowy, sem perceber que índios americanos se aproximam ameaçadoramente.

O representante do comprador, identificado como “Didier”, disse que "o objetivo não era bater um recorde, mas obter o trabalho".

"Se ele tivesse podido obtê-lo por menos, acho que teria preferido", disse Didier após a venda, de acordo com a agência de notícias Reuters.

A transação foi parte de uma venda maior de itens raros de colecionadores de material referente a Tintin.

Outros itens incluem esboços do projeto de Tintin e uma cópia do Explorers on the Moon (Explorando a Lua em português), assinada pelos primeiros astronautas a pisar na Lua, Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins.

Notícias relacionadas