Dilma inaugura 'vitrine' da Rio 2016 em Londres

Presidente Dilma Rousseff em Londres (foto: AFP) Direito de imagem AFP
Image caption DIlma Rousseff discursa na inauguração da Casa Brasil, espaço que divulgará o país em Londres

Ao lado do chefe do COI (Comitê Olímpico Internacional), Jacques Rogge, a presidente Dilma Rousseff abriu oficialmente nesta quinta-feira a Casa Brasil - uma iniciativa para promover os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

Até 10 de setembro, o espaço na Somerset House londrina reunirá informações sobre o Rio de janeiro, a cidade brasileira que sediará os Jogos de 2016, mostras de arte e shows de música, além de apresentações e seminários dos organizadores da federação, do estado e do município.

O projeto custou R$ 23,1 milhões, sendo que mais de 80% foram pagos pelo Comitê Olímpico Brasileiro e patrocinadores. O restante foi dividido igualmente pelos governos estadual e municipal do Rio.

A exposição - que além de peças de artesanato oferece um voo virtual de paraglider sobre o Rio - foi bastante elogiada pela presidente Dilma Rousseff.

"Acho que a construção do espaço honra o Brasil. Está à altura do Brasil", disse Dilma.

O presidente do COI afirmou que conversou sobre as Olimpíadas de 2016 com Dilma e disse estar otimista com os preparativos.

Horas antes da abertura, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, também se encontrou com a presidente e disse estar animado com o progresso das obras para a Copa do Mundo de 2014 - embora tenha ressaltado que ainda "há cidades no vermelho".

A declaração foi questionada pelo ministro dos Esportes, Aldo Rebelo.

"Na contabilidade, no acompanhamento do governo, as obras estão em dia e estamos fazendo todo o esforço para que sejam entregues dentro do prazo previsto", disse Rebelo.

Além da reunião com Blatter, Dilma abriu uma exposição sobre ciência e tecnologia aplicadas aos esportes na nova sede da embaixada brasileira em Londres.

Museu

A presidente também foi ao Museu da Ciência londrino, onde foi assinado um acordo para dar início a um projeto de museu de ciência no Brasil, que deve ser construído nos moldes da famosa instituição britânica.

No local, Dilma também promoveu o programa "Ciência sem Fronteiras" e se encontrou com alguns dos estudantes beneficiados pelo projeto, que visa conceder mais de 10 mil bolsas a universitários brasileiros em instituições britânicas até 2014.

A presidente também participou de um encontro com empresário nesta quinta-feira.

Na sexta-feira, Dilma deve almoçar com atletas brasileiros no centro de treinamento do país, instalado no edifício Crystal Palace, antes de partir para a recepção organizada para chefes de governo e Estado no Palácio de Buckingham, cuja anfitriã será a rainha Elizabeth 2ª.

A programação oficial da presidente será concluída com o comparecimento na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres, no estádio olímpico.

No sábado, Dilma não tem compromissos oficiais marcados e deve embarcar de volta ao Brasil no início da noite.

Notícias relacionadas