Jornais estrangeiros veem 'rivalidade' entre Rio e Londres

Cerimônia de encerramento da Olimpíada (Foto AFP) Direito de imagem AFP
Image caption Cerimônia de encerramento da Olimpíada: apresentação do Rio foi elogiada pelo 'Independent'

Um dia depois da cerimônia em que o prefeito de Londres, Boris Johnson, passou a bandeira olímpica para o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o jornal britânico Independent e o americano Washington Post publicaram matérias destacando o que veem como uma rivalidade entre Rio e Londres.

De acordo com o Independent, os brasileiros estão olhando para a organização da Olimpíada de Londres com "inveja" e prometem fazer "uma festa melhor" em 2016.

O jornal britânico elogiou a breve apresentação do Rio na cerimônia de encerramento dos Jogos - que contou com Marisa Monte, Seu Jorge, a modelo Alessandra Ambrósio e até uma breve participação de Pelé -, no domingo, dizendo que ela "recriou o entusiasmo contagiante do carnaval do Rio de Janeiro" - mas defendeu que será difícil para o Brasil superar a capital britânica.

'Dose de 'ansiedade'

Segundo o Independent, o sucesso de Londres 2012 adicionou uma dose de "ansiedade" na preparação brasileira para os Jogos.

A reportagem diz que a reputação da Grã-Bretanha no Brasil é de "uma sociedade organizada, em que os trens sempre chegam a tempo" e todos são pontuais. Em seguida, afirma que os cariocas reconhecem que nada disso é o forte do Rio.

Já o Washington Post defendeu que Londres e o Rio parecem estar "desenvolvendo uma rivalidade".

A publicação mencionou uma entrevista coletiva em Londres na qual Paes teria dito que as competições cariocas seriam melhores. "É claro que os Jogos no Rio serão os melhores. Serão no Rio", disse o prefeito.

O jornal americano também deu destaque a uma reportagem, publicada pelo britânico The Observer no domingo, segundo a qual preocupações com "atrasos nas construções, subornos e um submundo oculto" estariam lançando "sombras" sobre os Jogos no Rio.

Notícias relacionadas