Astro pop é preso em conexão com escândalo de pedofilia

Atualizado em  28 de outubro, 2012 - 08:02 (Brasília) 10:02 GMT

O ex-astro pop Gary Glitter foi preso em suspeita de ligação com crimes sexuais contra menores cometidos pelo apresentador de TV Jimmy Savile.

Savile, morto no ano passado aos 84 anos de idade, foi um dos mais célebres apresentadores de TV e rádio da Grã-Bretanha.

A polícia suspeita que Savile teria abusado de até 300 meninas e alguns meninos ao longo de quatro décadas.

Glitter, de 68 anos, cujo nome verdadeiro é Paul Gadd, ganhou fama na década de 70.

Ele foi preso anteriormente por crimes sexuais contra menores e chegou a ser preso por ter abusado de crianças no Vietnã.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.