Moradores descrevem 'chuva de metal' após queda de helicóptero em Londres

Atualizado em  16 de janeiro, 2013 - 16:32 (Brasília) 18:32 GMT

Hiam Aldroubi (à esq.) e a vizinha, Reem; ela pensou se tratar de um atentado como o de 'Operação Skyfall'

Moradores do bairro de Vauxhall, na região central de Londres, viram pedaços de metal caindo do céu depois que um helicóptero se chocou contra um guindaste de um prédio em construção na manhã desta quarta-feira.

O acidente ocorreu por volta das 8h (6h de Brasília) em meio a um nevoeiro e deixou dois mortos.

Virginia Bennett, que mora em um dos prédios de apartamento com vista para o rio Tâmisa, estava se arrumando para levar o cachorro para passear quando ouviu um "barulho de metal se chocando" contra alguma coisa.

"Parecia com um grande acidente de carro. Mas não moramos perto da rua, então não fazia sentido. Abri a cortina e vi o que pareciam grandes pedaços de metal caindo", afirmou.

"Vi a fumaça preta. Então meu marido e eu percebemos que o topo do guindaste tinha sumido."

Bennett então desceu para o térreo e viu que os moradores de prédios vizinhos estavam sendo retirados e a polícia tinha bloqueado a rua. Ela então assistiu aos destroços "caindo no rio".

'Operação Skyfall'

Dois morrem em queda de helicóptero no centro de Londres

Aparelho se chocou com guindaste de prédio em construção no bairro de Vauxhall em meio a um nevoeiro.

Assistirmp4

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Entre as pessoas que esperavam na rua em frente a um dos prédios evacuados estava a estudante de medicina Hiam Aldroubi, de 22 anos, que estava dormindo na hora do acidente. Foi acordada pelo telefonema dos pais, que moram fora da Grã-Bretanha e viram a notícia na televisão.

"Desci (para a frente do prédio) de pijama e perguntei o que tinha acontecido. Eu me lembrava do filme de James Bond, Operação Skyfall, quando o (prédio do serviço secreto britânico, que fica ali perto) MI6 explode, e pensei 'meu Deus!'. Pensei que estavam tentando atingir o MI6. Por que um helicóptero iria cair do nada?"

A vizinha de Aldroubi, Reem Binkhamis, estudante de biologia de 25 anos, também acordou com o barulho do acidente.

"Todos os meus vizinhos estavam na sacada. O barulho era alto. Uma antena bateu no prédio e caiu perto de (outro prédio) Jellicoe House. Minha sacada está cheia de vidro", afirmou.

Vanessa teve de deixar o prédio onde morava com o filho de quatro semanas

Vanessa Ten-Hoedt, 32, teve que deixar seu apartamento na manhã fria junto com seu filho de quatro semanas, Matthew.

"Coincidentemente, eu estava olhando pela janela e vimos quando o guindaste caiu (...). Era um pedaço grande do guindaste que caiu perto de um carro", afirmou.

"Logo depois vimos fumaça preta e ouvimos uma explosão. Parecia que uma bomba tinha explodido. Vimos alguns destroços quando saímos do prédio."

"O prédio tremia. Foi muito assustador, pois não sabíamos o que estava acontecendo", acrescentou.

Voando baixo

Centenas de pessoas de cinco prédios residenciais da área do acidente foram retiradas de seus apartamentos. Os operários que trabalhavam na torre onde estava o guindaste contra o qual o helicóptero se chocou também foram retirados.

As ruas em volta foram fechadas e isoladas.

Gregory Francis, 38 anos, estava esperando em um café perto de casa com o filho pequeno e a mulher e contou que não é difícil ver helicópteros voando perto dos prédios da área, indo em direção a um heliporto próximo, em Battersea.

"Na semana passada minha esposa disse que viu um voando baixo e perto dos prédios", disse.

Kate Hoey, parlamentar do Partido Trabalhista (oposição) que representa da região de Vauxhall, afirmou que é preciso discutir a razão de tantos helicópteros terem permissão de sobrevoar Londres.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.