Sem uso, aeroporto que custou R$ 3 bi é colocado à venda na Espanha

Aeroporto Ciudad Real. Foto: Getty Images
Image caption O aeroporto foi construído em 2008 mas foi fechado quatro anos depois

Um dos maiores elefantes brancos da Espanha, o aeroporto de Ciudad Real, na região de La Mancha, a cerca de 160 km ao sul de Madri, está sendo leiloado.

O lance inicial é de 100 milhões de euros (R$ 307 milhões). Uma pechincha, já que custou 1 bilhão de euros (R$ 3 bilhões) para ser construído.

O aeroporto de Ciudad Real foi inaugurado em 2008, mas foi fechado em abril de 2012. Tem uma das maiores pistas da Europa, grande o suficiente para pousar um Airbus 380, o maior avião de passageiros do mundo. Mas hoje não há aviões, apenas gaviões e falcões sobrevoando a pista.

Dívida a ser paga

O problema é pagar a dívida pendente de 529 milhões de euros (R$ 1,6 bilhão). Entre os credores, estão instituições de poupança e as companhias aéreas Air Nostrum, da Espanha, e Air Berlin, da Alemanha. Os moradores locais, cujas propriedades foram comprada compulsoriamente para a construção do aeroporto, estão reivindicando 106 milhões de euros (R$ 323 milhões).

O juiz responsável pela administração do aeroporto ordenou que um leilão fosse feito para que suas dívidas fossem quitadas.

Image caption A plataforma que ligaria o aeroporto a estação de trem ainda está incompleta

Se um comprador aparecer, aqueles que estão executando o leilão serão os primeiros a serem pagos, cerca de 2 milhões de euros (R$ 6 milhões) cada, seguidos pelos 71 trabalhadores do aeroporto que foram despedidos. Os últimos a serem pagos serão os fornecedores.

O aeroporto não é o único elefante branco da Espanha. É apenas mais um da manada, um exemplo do boom na área de construção civil, da bolha que estorou e derrubou os bancos do país.

"Ataque de riqueza"

Quando um magnata da construção civil surgiu com a ideia de um aeroporto em Ciudad Real, não faltava dinheiro para obras públicas na Espanha.

Na década de 1990, cidades por todo o país tinham um grande projeto para se destacar e trazer visitantes. Enquanto Bilbao recebia seu próprio museu Guggenheim, Ciudad Real tinha seu primeiro aeroporto sendo construído.

"Nós tivemos um ataque de riqueza, não sei como, mas de repente nós éramos ricos", disse Miguel Angel Bastenier, colunista do jornal Espanhol El Pais, à BBC. "Houve um grande impulso para investir, e as pessoas ficaram deslumbradas".

Segundo o jornal britânico The Guardian, os administradores do aeroporto disseram que seus proponentes "nunca realizaram uma análise do investimento", nem desenvolveram um modelo de negócios realista, e "produziram um plano financeiro que não foi baseado em qualquer estudo de mercado ou de demanda que justificaria o tráfego previsto".

Ciudad Real tem uma população de apenas 75 mil pessoas e muitos espanhóis teriam problemas para encontrar a cidade no mapa.

Notícias relacionadas