Zoológico chinês faz cachorro se passar por leão

Mastim tibetano. Crédito: Getty Images
Image caption Mastim tibetano tem pelagem semelhante a de leões

Um zoológico chinês foi acusado de ludibriar seus visitantes ao exibir um cachorro como se fosse uma espécie rara de leão africano.

A fraude foi descoberta pelos frequentadores quando o animal começou a latir.

Segundo a imprensa chinesa, o leão foi substituído por um cachorro da raça mastim tibetano, cuja pelagem densa se assemelha à dos leões.

Um funcionário do zoológico na província de Henan (centro-leste do país) afirmou que o cão – pertencente a um de seus colegas – foi colocado na jaula quando o leão foi encaminhado para um centro de reprodução.

Visitantes teriam ficado furiosos ao tomarem conhecimento da trapaça, informou a imprensa chinesa.

Rugido ou latido?

Segundo uma reportagem do jornal Beijing Youth Daily, a fraude veio à tona quando uma mãe acompanhada de seu filho visitou o zoológico, localizado em um parque na cidade de Luohe.

Ela estava tentando ensinar o menino os diferentes sons emitidos pelos animais.

Quando mãe e filho se aproximaram da jaula do "leão africano" ─ que possuía uma placa descrevendo suas características ─, ficaram chocados ao ouvir o latido.

Os tratadores foram então obrigados a revelar o segredo.

"O zoológico estava tentando nos trapacear. Queriam passar cachorros como leões", afirmou a mulher em entrevista ao jornal.

Segundo o chefe do departamento de animais do parque, Liu Suya, o mastim tibetano colocado temporariamente no seu lugar por causa de "preocupações com a segurança".

A fraude também teria envolvido outras espécies. Foi descoberto que havia uma raposa branca na jaula de um leopardo e um cachorro na jaula de um lobo.

Notícias relacionadas