Montanhista acha caixa com R$ 750 mil em joias nos Alpes

Alpes | Crédito: BBC
Image caption Acredita-se que as joias achadas nos Alpes eram de passageiro de voo de 1966

Um alpinista francês achou uma caixa repleta de joias avaliadas em até 250 mil euros (cerca de R$ 750 mil) durante uma escalada no Mont Blanc, a montanha mais alta dos Alpes.

As autoridades acreditam que as joias, incluindo safiras, esmeraldas e rubis, pertenciam a algum passageiro de um voo da companhia aérea Air India que caiu na região em 1966, sem deixar sobreviventes.

O tesouro foi encontrado em uma geleira logo abaixo do cume da montanha de 4.810 metros na fronteira entre a Itália e a França.

As joias estavam dentro de uma caixa de metal um pouco menor que uma caixa de sapatos com a inscrição <i>made in India</i> (“feito na Índia”, em tradução livre do inglês).

Honestidade

A polícia elogiou a honestidade do alpinista por entregar, no dia 9 de setembro, a caixa com as joias como ele a havia encontrado à polícia. O montanhista não quis revelar sua identidade.

"Ele poderia ter guardado as joias para ele, mas escolheu entregá-las porque sabia que pertenciam a alguém que provavelmente morreu no acidente", afirmou o comandante da polícia local, Sylvain Merly.

O Boeing 707 da Air India que caiu no Mont Blanc em 1966 seguia para Nova York via Genebra e Londres.

Um outro voo da Air India já havia se acidentado na mesma região em 1950.

Outros objetos ligados aos aviões que cairam no Mont Blanc já haviam sido encontrados. No ano passado, por exemplo, alpinistas encontraram no local um malote diplomático indiano que se acredita que estava sendo transportado no voo de 1966.

A polícia agora espera descobrir alguma pessoa que possa dar pistas do proprietário das joias.

As autoridades se recusaram a falar sobre o que farão com as joias se ninguém aparecer para reavê-las.

Notícias relacionadas