Miley Cyrus diz ser ‘uma das maiores feministas do mundo’

Miley Cyrus (Getty)
Image caption Miley Cyrus durante sua polêmica performance durante premiação da MTV

A cantora pop americana Miley Cyrus disse acreditar que "há dois pesos e duas medidas" no que diz respeito a homens, mulheres e imagem corporal.

"Eu me sinto como uma das maiores feministas do mundo porque eu digo às mulheres para não terem medo de nada", disse a cantora ao programa Newsbeat, da BBC.

Ela também afirmou que a "persona" que ela incorpora no palco assim como as roupas que usa são partes de sua encenação. "Eu não saio por aí fazendo um dancinha provocativa e com a minha língua pra fora, vestida como um ursinho de pelúcia."

A cantora de 20 anos disse não se preocupar se as pessoas criticam seus polêmicos shows por que ela se considera "uma pessoa boa".

Questionada sobre notícias de que teria fumado maconha durante uma premiação do canal de televisão MTV, no domingo, ela disse: "Eu nunca me preocupo se o que eu faço no palco prejudica minha imagem."

"Eu acho que as pessoas, se elas realmente me conhecessem, se supreenderiam em ver o quanto eu sou normal."

Miley tem sido criticada pelo vídeo "Wrecking Ball", no qual aparece pendurada nua em uma bola de demolição e lambendo um martelo.

A cantora também dominou as manchetes após sua performance na premiação Video Music Awards, da MTV, em agosto, no qual fez uma show com o cantor Robin Thicke, no qual ela dançava de maneira provocativa.

Sinead O'Connor

Logo depois, a estrela pop americana – que foi alçada à fama graças ao seriado infantojuvenil Hannah Montana, da Disney – se envolveu em uma polêmica com a cantora irlandesa Sinead O'Connor.

Miley havia dito que uma das suas inspirações para o vídeo de "Wrecking Ball" foi o clipe "Nothing Compares 2 U", de O'Connor. A semelhança é no visual adotado por Cyrus e O'Connor – ambas aparecem cantando e chorando de frente para a câmera.

A comparação levou a irlandesa a escrever uma carta aberta criticando e aconselhando Cyrus, dizendo que o comportamento da jovem não estava "de maneira nenhuma empoderando ela ou outras jovens". A americana respondeu com duras palavras.

Falem mal, mas falem de mim

Miley disse que tenta encarar todas as manchetes negativas de maneira positiva.

"Toda vez que você fala de mim, está chamando atenção para mim e para o meu disco. E se você tem boas músicas, acho que pode usar qualquer coisa e fazer qualquer coisa, apenas seja capaz de segurar a barra com o trabalho que está fazendo." Seu último álbum, "Bangerz", foi lançado no mês passado e chegou ao número 1 das paradas na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos.

"Acho que é importante que minha base de fãs esteja crescendo por causa da minha música e não pelo que as pessoas estão dizendo sobre mim."

"Foi uma loucura. Logo que meu disco foi lançado, parece que tudo se expandiu para mim e para os meus fãs. É incrível."

Notícias relacionadas