Apresentador da BBC morre aos 41 anos

Komla Dumor (BBC) Direito de imagem
Image caption Komla Dumor foi um dos jornalistas mais conhecidos de seu país; apresentava o programa Focus on Africa

Komla Dumor, prestigioso apresentador da BBC World News, morreu repentinamente de um ataque cardíaco aos 41 anos, em sua casa em Londres, informou neste sábado a emissora.

Nascido em Gana, oeste da África, Dumor era conhecido do público por apresentar o programa televisivo Focus on Africa.

Dumor era um dos jornalistas mais conhecidos de seu país e praticou sua profissão ali por dez anos, até entrar para a BBC em 2007.

O diretor do departamento de Global News da BBC, Peter Horrocks, disse que Dumor era um pioneiro do jornalismo africano e fará muita falta.

"Os muitos amigos e colegas de Komla por toda a África e pelo mundo ficarão tão devastados quanto nós estamos com a notícia", declarou Horrocks em comunicado. "Nossos sentimentos, de todos seus colegas da BBC, estão com sua família e seus amigos."

Komla Dumor nasceu em 3 de outubro de 1972 em Accra, Gana.

Formou-se em sociologia e psicologia na Universidade de Gana e cursou um Máster em Administração Pública em Harvard, nos EUA.

Em 2003, conquistou o prêmio de Jornalista do Ano de seu país.

Carreira na BBC

De 2007 a 2009, ele apresentou o programa Network Africa, na rádio do Serviço Mundial da BBC, até começar no programa The World Today.

Em seguida, tornou-se o primeiro apresentador do Africa Business Report, na BBC World News.

Ele viajou ao redor da África para conhecer os principais empreendedores do continente e trazer notícias das tendências econômicas locais.

Também entrevistou personalidades como Bill Gates e Kofi Annan.

No mês passado, ele cobriu o funeral do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela.

"Será sempre um momento especial para mim", declarou Dumor sobre a cobertura. "Lembrarei com um sentimento de tristeza, mas também de gratidão. Sinto-me sortudo por ter sido testemunha de uma parte da história de Mandela."

Dumor também ancorou, ao vivo, a cobertura de eventos como a Copa do Mundo de 2010, da África do Sul, o funeral do líder norte-coreano Kim Jong-il, a libertação do soldado israelense Gilad Shalit, os tiroteios da Noruega e o casamento do príncipe William com Kate Middleton.