Dono de clube inglês pega seis anos de prisão por lavagem de dinheiro

Presidente do Birmingham em julgamento / Crédito da foto: AP Direito de imagem AP
Image caption Carson Yeung, presidente do Birmingham, foi condenado por lavagem de dinheiro

O dono do Birmingham City, clube que atualmente disputa a segunda divisão do futebol inglês, foi condenado a seis anos de prisão por lavagem de dinheiro nesta sexta-feira. Carson Yeung, que nasceu em Hong Kong, foi julgado em sua terra natal durante esta semana e já havia sido considerado culpado, mas só nesta sexta-feira conheceu a sentença.

Ele foi condenado por cinco acusações relacionadas à lavagem de um total de US$ 93 milhões (R$ 216, 65 milhões).

A notícia chamou a atenção na Inglaterra, já que o futebol do país tem sido dominado por grandes magnatas internacionais. Atualmente líder do Campeonato Inglês, o Chelsea pertence a um grande bilionário russo, Roman Abramovich, que investiu muito no time e viu sua equipe chegar ao ápice conquistando a Liga dos Campeões da Europa em 2011-12.

Além do Chelsea, outros nove clubes da primeira divisão inglesa - incluindo Arsenal, Manchester City, Manchester United e Liverpool - pertencem a magnatas ou grupos empresariais estrangeiros - árabes, americanos e até uzbeques têm tido espaço no mercado futebolístico britânico.

Antes de entrar no mundo do futebol, o condenado Yeung era cabeleireiro em Hong Kong, onde começou sua carreira nos negócios, que depois se diversificaram para muitos ramos. Segundo o advogado que o defendeu no tribunal, Graham Harris, a fortuna do magnata veio de seus "salões de cabeleireiro, fertilizantes e propriedades".

Tentando conseguir uma sentença mais branda para seu cliente, o advogado alegou que "não houve nenhum crime nos negócios de Yeung, já que as contas em que ele movimentava o dinheiro estavam no seu nome ou no nome do seu pai".

O próprio réu também se defendeu dizendo que seu patrimônio vinha de investimentos no mercado de ações, em cassinos na China e nos próprios salões de cabeleireiro que possui.

Ainda assim, o juiz Douglas Yau considerou o cartola culpado e confirmou a condenação a seis anos de prisão.

Passado

Yeung resolveu entrar no mundo do futebol a partir de 2005, quando adquiriu o Hong Kong Rangers, time da primeira divisão de Hong Kong. Ele ficou lá até 2006 e, em 2007, tentou pela primeira vez comprar o Birmingham City, mas acabou não cumprindo o prazo para o pagamento.

Em 2009, o magnata finalmente se tornou o dono do clube inglês, pagando 81 milhões de libras (cerca de R$ 317 milhões) por ele.

O magnata era investigado por lavagem de dinheiro desde 2011, quando chegou a ser preso em Hong Kong. A polícia teve acesso a documentos dos negócios dele por lá e Yeung só conseguiu sair da prisão após o pagamento de uma fiança de 900 mil dólares.

Notícias relacionadas