Empresa planeja construir elevador mais rápido do mundo na China

Foto: Hitachi Direito de imagem HITACHI
Image caption Elevador levaria 43 segundo para chegar do térreo ao topo

A empresa japonesa Hitachi anunciou que pretende construir um elevador capaz de alcançar velocidades de até 72 quilômetros por hora, em um arranha-céus de Guangzhou, no sul da China.

O elevador, que seria o mais rápido do mundo, levaria 43 segundos para chegar do térreo ao 95° andar, no Centro Financeiro de Guangzhou.

Atualmente, o elevador mais rápido do planeta está em Taipé, a capital de Taiwan, no Edifício 101, que é capaz de alcançar velocidades de 60,6 quilômetros por hora. Vai do primeiro ao 89° andar em apenas 37 segundos.

A multinacional japonesa está prometendo uma "viagem confortável" mesmo sob velocidades aceleradas no novo elevador.

Desafio

Segundo Gina Barney, especialista em tecnologia de elevadores ouvida pela BBC, impedir que os passageiros de elevadores de alta velocidade sintam dores ou incômodos é um grande desafio.

"Ao viajar nessa velocidade, você vai sentir a pressão mudando em seus ouvidos. Isso é provavelmente o maior problema ao se se deslocar em alta velocidade em edifícios - as pessoas sentirão alguma dor", comenta Barney.

Segundo a Hitachi, a nova tecnologia conseguiria evitar a sensação de bloqueio de ouvido causada pela diferença de pressão por meio da alteração artificial da pressão aérea dentro do local.

A empresa afirma que a fim de manter a tranquilidade do passeio de elevador, foram instalados equipamentos de frenagem e de prevenção de vibração lateral do aparato. Além disso, freios capazes de resistir ao calor extremo seriam ativados no "improvável" caso de haver alguma falha no equipamento.

O edifício chinês, que deverá ser inaugurado em 2016, contará com um total de 95 elevadores, dois dos quais de alta velocidade.

O prédio terá ainda elevadores de "dois andares". O Centro Financeiro de Guangzhou abrigará escritórios, um hotel e apartamentos residenciais.

Notícias relacionadas