Ex-presidente egípcio recebe pena de três anos de prisão por desvios

Hosni Mubarak e filhos Direito de imagem s
Image caption Hosni Mubarak e filhos foram condenados por se apropriar de US$ 17,5 milhões

O ex-presidente do Egito Hosni Mubarak recebeu nesta quarta-feira uma pena de três anos de prisão por acusações de desvio de dinheiro público.

Os filhos de Mubarak, Alla e Gamal, também foram condenados e receberam pena de quatro anos de cadeia.

A Justiça considerou que Mubarak e seus filhos se apropriaram indevidamente de US$ 17,6 milhões (quase R$ 40 milhões) que deveriam ter sido usados na renovação de palácios presidenciais.

Mubarak tem 86 anos e comandou por três décadas o Egito, com forte aparato de segurança e poucas liberdades civis aos cidadãos.

Em 2011, foi derrubado do poder por revoltas populares da Primavera Árabe.

Ele ainda está sendo julgado pela Justiça egípcia por acusações de abuso de poder e de ordenar a morte de manifestantes durante os protestos de 2011.