Rei da Espanha abdica em prol de 'nova geração'; príncipe será novo monarca

Juan Carlos faz pronunciamento na TV. Imagem: reprodução de vídeo
Image caption Juan Carlos falou nesta segunda-feira na TV sobre sua abdicação do trono

O rei da Espanha, Juan Carlos, abdicou do trono nesta segunda-feira, em um pronunciamento feito pela televisão. Ele anunciou que passará o trono a seu filho Felipe, o príncipe de Astúrias.

Juan Carlos, de 76 anos, disse que chegou a hora de passar a coroa à uma "geração mais jovem".

"O príncipe de Astúrias tem a maturidade, a preparação e o sentido de responsabilidade necessários para assumir a liderança do Estado", disse Juan Carlos, em seu discurso. "Quero o melhor para a Espanha, a quem dediquei toda a minha vida."

Ele disse também que "uma nova geração reivindica com justa causa um papel protagonista". Seu pronunciamento durou pouco mais de cinco minutos. Ele fez um agradecimento à sua esposa, a rainha Sofia.

O monarca estava à frente do trono espanhol desde 1975, período em que a democracia voltou ao país, após décadas de ditadura franquista.

Durante o anúncio, o príncipe de Astúrias, de 46 anos de idade, estava em viagem internacional a El Salvador, onde assistiu à posse do novo presidente Salvador Sánchez Cerén.

Antes do pronunciamento na televisão, a notícia sobre a abdicação já havia sido dada pelo premiê espanhol, Mariano Rajoy.

O governo espanhol divulgou uma carta do monarca assinada nesta segunda-feira, com sua intenção de abdicar do trono.

Direito de imagem Reuters
Image caption Príncipe Felipe, de 46 anos, assumirá o trono

Popularidade e polêmica

Durante grande parte de seu reinado, Juan Carlos foi um dos monarcas mais populares do mundo, mas recentemente muitos espanhóis haviam perdido a confiança na sua liderança.

Sua reputação ficou manchada após investigações de um escândalo de corrupção envolvendo sua filha e o marido dela.

A revelação de que o rei fez uma viagem luxuosa a Botsuana para caçar elefantes em meio à crise financeira espanhola também repercutiu muito mal no país.

Recentemente Juan Carlos estava com problemas de saúde e foi submetido a uma série de cirurgias no quadril.

O premiê espanhol elogiou o rei por sua "defesa infatigável" dos interesses espanhóis, ressaltando o papel de Juan Carlos na transição para a democracia.

Rajoy disse que convocará um conselho extraordinário de ministros para promover, no Legislativo, a passagem sucessória da coroa espanhola. Ele não deu nenhuma indicação de prazos.

Direito de imagem DIVULGACAO
Image caption Casa real espanhola divulgou foto de Juan Carlos e Mariano Rajoy discutindo abdicação nesta segunda

Notícias relacionadas