Sandro José da Silva na Copa do Povo | Foto: Camilla Costa/BBC Brasil
A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Morador de ocupação canta versão de 'Lepo lepo' anti-Copa

No dia em que começou a Copa do Mundo, os moradores da ocupação Copa do Povo, que fica a cerca de 3,5 km da Arena Corinthians, na zona leste de São Paulo, ficaram divididos entre a torcida pela seleção e a crítica à Fifa e aos gastos do governo com o Mundial.

Direito de imagem BBC Brasil
Image caption Desempregado mora em uma das cozinhas da ocupação Copa do Povo

Para protestar de forma bem-humorada, o desempregado Sandro José da Silva, de 31 anos, cantava uma versão anti-Copa da música Lepo Lepo enquanto trabalhava na cozinha do G2, um dos oito grupos de barracos da ocupação.

A música da banda baiana de pagode Psirico se tornou um sucesso em todo o Brasil. A versão cantada na ocupação paulistana diz "Não quero Copa no Brasil, eu quero teto".

Sandro diz, no entanto, que não há contradição em querer assistir à Copa e protestar contra a falta de serviços públicos de qualidade no Brasil.

"O povo gosta do futebol brasileiro, mas a indignação que o povo está é por causa do desrespeito", afirma.