Federação ganesa é acusada de ter aceitado ceder seleção para jogos manipulados

Image caption Presidente da confederação de futebol de Gana ameaça processar jornal britânico

O presidente da Associação de Futebol de Gana, Kwesi Nyantakyi, disse que quer processar o jornal britânico Daily Telegraph após a acusação de que ele teria concordado com a realização de partidas da seleção que viriam a ter seus resultados manipulados.

As acusações ocorreram após uma investigação realizada pelo jornal e por um programa do canal de televisão britânico Channel 4.

Nyantakyi disse ao serviço mundial da BBC que "o conteúdo da publicação não é totalmente verdadeiro".

A investigação com repórteres disfarçados identificou duas pessoas - um agente licenciado da Fifa e um representante de um clube de Gana - que disseram ser possível manipular jogos amistosos envolvendo a seleção nacional, que atualmente disputa a Copa do Mundo.

A reportagem afirma que Nyantakyi teria concordado para que Gana jogasse as duas partidas após a Copa do Mundo.

Direito de imagem Getty
Image caption Presidente da confederação de futebol de Gana está sob suspeita após denúncia

A associação ganesa de futebol pediu à polícia que investigue as acusações.

Nyantakyi disse à BBC ter enviado uma resposta de sete páginas ao jornal e à emissora britânica e que também está analisando tomar medidas legais contra o programa Dispatches, do Channel 4.

"Eu não concordei com nenhum acordo de manipulação de resultados envolvendo a Associação de Futebol de Gana", disse ele.

"Eu recebi um esboço de contrato que eu indiquei não ter lido ao agente deles, e eu também tive algumas questões em relação a ele [contrato], então é prematuro dizer que a associação é culpada".

Nenhuma das acusações envolve jogos da Copa.

Quando a notícia da investigação foi revelada, no domingo, a associação divulgou um comunicado informando ter pedido à polícia que investigasse duas pessoas.

"Gostaríamos de dizer que a associação não assinou o contrato pois esperávamos pela resposta do comitê legal e que os dois senhores não fizeram ofertas corruptas à associação ou seus representantes".

A entidade disse que o assunto foi levado à Fifa e à Confederação de Futebol Africano.

Na Copa do Mundo, Gana empatou com a Alemanha e perdeu para os Estados Unidos, mas ainda pode se classificar no grupo G se vencer Portugal, no dia 26 de junho.

Notícias relacionadas