Cinco alpinistas morrem no pico mais alto dos Alpes

Mont Blanc Direito de imagem AFP
Image caption Nas últimas semanas, várias pessoas morreram na montanha mais alta dos Alpes

Equipes de resgate encontraram os corpos de cinco alpinistas que estavam desaparecidos no Mont Blanc, a montanha mais alta dos Alpes. As buscas por um sexto escalador continuam.

O paradeiro das seis pessoas, entre eles um guia, era desconhecido desde terça-feira, quando o grupo foi surpreendido por um temporal.

Os corpos foram encontrados nas proximidades do Aiguille d'Argentiere, um pico de 3.900 m de altura. Ainda não se sabe a nacionalidade dos desaparecidos.

Os meses de julho e agosto, verão europeu, são os de maior movimentação nos Alpes, especialmente no Mont Blanc, considerado o teto da Europa.

Entretanto, as autoridades advertem que muitos aventureiros chegam despreparados para as intempéries da escalada.

Um americano gerou indignação ao tentar escalar a montanha com seus filhos de 11 e 9 anos de idade, e acabou sendo surpreendido por uma avalanche. Felizmente, ninguém morreu.

No início deste mês, dois alpinistas belgas morreram nas montanhas. Na segunda metade de julho, seis outros faleceram.

Notícias relacionadas