FBI: EUA identificam homem mascarado em vídeos de decapitação

Crédito: AFP Direito de imagem AFP
Image caption Homem mascarado que aparece em vídeo do 'Estado Islâmico' aparenta ter sotaque britânico

O diretor do FBI (a polícia federal americana), James Comey, afirmou nesta quinta-feira que o órgão acredita ter identificado o homem mascarado que aparece nos vídeos de decapitação de dois jornalistas americanos e de um agente humanitário britânico divulgados pelo grupo que se autodeclara "Estado Islâmico"

No entanto, a identidade do homem não será divulgada para não prejudicar as investigações, acrescentou Comey.

O chanceler britânico, Philip Hammon, havia afirmado à emissora CNN nesta semana que o governo estava próximo de descobrir a identidade do mascarado.

Comey, do FBI, não disse se o homem identificado foi o responsável pelas decapitações.

Ele afirmou à emissora ABC News que o FBI conseguiu identificá-lo com a ajuda de parceiros internacionais, sem revelar quem seriam eles.

Os jornalistas americanos James Foley e Steven Sotloff e o agente humanitário David Haines foram mortos ao lado de um homem encapuzado vestido de preto e segurando uma faca, que fala diante de uma câmera.

Apelidado de Jihadi John, o militante aparenta ter sotaque britânico.

Direito de imagem AP
Image caption O diretor do FBI, James Comey, não revelou a identidade do militante mascarado

No último vídeo divulgado pelo "Estado Islâmico", o grupo ameaça matar outro britânico, Alan Henning, em poder dos sequestradores.

Notícias relacionadas