Polícia remove corpo que pode ser de suspeito de matar jovem em Londres

Alice Gross (AFP) Direito de imagem AFP
Image caption Corpo de Alice Gross, de 14 anos, foi encontrado na semana passada e letão é principal suspeito pela morte

A polícia britânica acredita que um corpo encontrado em um parque em Londres pode ser o do principal suspeito da morte da adolescente Alice Gross, cujo corpo foi encontrado na semana passada.

O corpo em decomposição foi encontrado no parque Boston Manor, no oeste de Londres, no sábado, e recolhido pela polícia. Oficiais disseram que ele ainda não foi identificado.

Autoridades acreditam que ele pode pertencer a Arnis Zalkalns, principal suspeito da morte de Alice, de 14 anos, desaparecida em 28 de agosto e cujo corpo foi encontrado no rio Brent na terça-feira.

Leia mais: Corpo encontrado é de britânica desaparecida, confirma polícia

Ela havia sido vista pela última vez caminhando por um canal em Londres. Zalkans, de 41 anos, foi filmado andando de bicicleta minutos depois, no mesmo caminho, no dia em que ela desapareceu.

"Apesar de nenhuma identificação normal ter sido feita, indicações iniciais sugerem que o corpo pode ser de Arnis Zalkalns", disse um porta-voz da Metropolitan Police.

O corpo foi levado para um necrotério em Londres e a autópsia deverá durar dois dias devido à "natureza complexa" da investigação, disse a Scotland Yard.

Image caption Letão Arnis Zalkalns é o principal suspeito pela morte de Alice Gross
Direito de imagem AFP
Image caption Especialistas forenses fizeram buscas em parque onde corpo foi encontrado em Londres

Zalkalns foi visto pela última vez em sua casa em Ealing em 3 de setembro. O letão passou sete anos preso em seu país natal por esfaquear sua mulher até a morte antes de se mudar para a Grã-Bretanha em 2007.

Exames também deverão ser realizados no corpo de Alice já que a autópsia foi inconclusiva.

Após a descoberta do corpo de Alice, os pais da jovem, Rosalind Hodgkiss e Jose Gross, disseram: "Por que qualquer pessoa gostaria de machucá-la é algo que estamos tentando entender".

"A Alice era uma filha e irmã amorosa e muito amada... linda por dentro e por fora."

Moradores perto do parque expressaram preocupação com a descoberta de um corpo tão perto deles. "Eu gostava desse parque, mas acho que não é mais seguro", disse uma mulher de 57 anos, que deu apenas seu nome inicial, Zahra.

"Eu fiquei bem triste sobre Alice Gross, eu não consegui dormir quando o corpo foi encontrado".

Notícias relacionadas