Bandeira 'invasora' gera confusão e suspende jogo das eliminatórias da Euro-2016

Confusão suspende jogo em Belgrado / Crédito: Reuters Direito de imagem Reuters
Image caption Bandeira trazida por drone causou conflitos entre jogadores de Sérvia e Albânia

A partida entre Sérvia e Albânia pelas eliminatórias da Eurocopa de 2016 foi interrompida depois que um drone que carregava mensagens políticas causou conflitos entre jogadores e torcedores no estádio Partizan, em Belgrado.

A partida estava 0 a 0 quando foi suspensa aos 41 minutos do primeiro tempo. A confusão começou quando um drone invadiu o estádio carregando uma bandeira da Albânia com a mensagem "Autochthonous" – uma referência à autonomia do país.

Os dois países vivem um conflito étnico que já dura décadas, e a bandeira albanesa acirrou os ânimos dentro de campo. O meio-campista sérvio Mitrovic não gostou de vê-la por ali e foi arrancá-la do drone. A atitude dele, porém, desagradou aos jogadores albaneses, que partiram para cima do adversário.

Direito de imagem Reuters
Image caption Bandeira com recado sobre 'autonomia' da Albânia gera conflito no campo

A confusão envolveu também a torcida, que invadiu o campo causando uma briga generalizada no estádio. Sem ter como controlar a situação, o árbitro inglês Martin Atkinson, paralisou a partida e orientou os jogadores a saírem do campo. Após 30 minutos, a Uefa confirmou que o jogo havia sido suspenso.

Conflito

Os torcedores da Albânia foram proibidos de ir à partida das eliminatórias entre os dois países que travam uma disputa étnica fora de campo – eles têm uma relação histórica de turbulência, principalmente no que diz respeito à ex-província sérvia de Kosovo, que declarou independência em 2008.

A independência foi reconhecida pelos Estados Unidos e pelos principais países europeus, mas a Sérvia ainda se recusa a fazer isso, assim como grande parto das pessoas de etnia sérvia que vivem em Kosovo.

Direito de imagem Reuters
Image caption Confusão acabou suspendendo o jogo das eliminatórias da Euro-2016

"É uma situação lamentável que vamos ter que relatar. O árbitro, eu e o conselheiro de segurança As circunstâncias eram tais, que não podíamos continuar a partida," disse o delegado da Uefa na partida Harry Been.

"Vocês todos viram o que aconteceu e eu não posso comentar sobre quem é o culpado ou quem começou. Vou apresentar um relatório com os meus colegas, e a Uefa vai decidir o que vai acontecer."

A seleção da Albânia já somou quatro pontos nas eliminatórias da Euro-2016 e buscava sua segunda vitória no Grupo I para se consolidar como líder. A Sérvia tem apenas dois pontos até agora e está na quarta colocação da chave.