Facebook libera foto de amamentação que viralizou após ser deletada

Credito: Emma Bond Direito de imagem Emma Bond
Image caption 'Amamentação é algo especial e deveria ser incentivado', diz mãe

Após apagar a foto de uma mãe amamentando a filha prematura, o Facebook recuou e decidiu permitir a publicação da imagem.

A fotografia postada pela inglesa Emma Bond viralizou após ser deletada pelo site sob a alegação de conter nudez.

Depois disso, a mãe publicou a foto em um grupo que incentiva a amamentação, onde a imagem foi curtida mais de 250 mil vezes. Mesmo assim, quem compartilhou a foto no Facebook também teve o post removido.

De acordo com o Facebook, a foto foi deletada por um erro e sua publicação já foi autorizada.

"É algo muito natural, muito especial, que deveria ser incentivado", disse Emma.

Leia mais: Fundador do Instagram defende censura de mamilos

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Foto censurada foi curtida mais de 250 mil vezes

A foto mostrava Emma amamentando sua bebê recém-nascida, Carene, pela primeira vez.

Ela afirmou que recebeu centenas de mensagem de incentivo de pessoas em todo o mundo.

"Foi um erro o Facebook ter removido a foto, mas pelo menos isso teve um impacto positivo", concluiu.

Leia mais: Facebook é criticado por estudo secreto sobre emoções sem permissão de usuários

Um porta-voz do Facebook afirmou que fotos de amamentação nunca violaram as regras da empresa, mas mamilos deveriam ser cobertos ou ocultados.

Essa política, no entanto, foi atualizada no início do ano. O contexto da foto passou a ser levado em consideração - fotos que mostram seios de mulheres amamentando são permitidas mesmo quando totalmente expostos, assim como fotos de seios que passaram por procedimento de mastectomia.

Notícias relacionadas