'Bruce Lee afegão' vira celebridade com ajuda das mídias sociais

Abbas Alizada | Foto: Reuters Direito de imagem Reuters
Image caption Alizada se esforça para se tornar cada vez mais parecido com o ídolo

Há algumas semanas, Abbas Alizada, de 21 anos, era só mais um jovem afegão com pouco dinheiro e muitos sonhos.

Mas depois de postar uma foto no Facebook de si mesmo fazendo pose ao lado da lenda das artes marciais Bruce Lee, o fã de Kung Fu que vive em um subúrbio de Cabul ficou famoso nas redes sociais.

O dinheiro ainda é pouco, mas as esperanças de conseguir apoio para treinar aumentaram muito depois que a foto se tornou viral.

Ela mostrava uma foto de Abbas ao lado de um antigo retrato de Bruce Lee, ressaltando a semelhança de ambos. A legenda diz "Dragão antigo - Novo dragão".

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Montagem postada no Facebook rendeu fama ao jovem afegão

Alizada tinha 14 anos quando ficou encantado pelos filmes de ação de Bruce Lee.

Heróis de artes marciais como Bruce Lee e Jackie Chan sempre foram populares no Afeganistão e seus filmes são facilmente encontrados em mercados locais.

Abbas – como muitos jovens fãs – tentou imitar seus movimentos e quis aprender o esporte de verdade.

Por alguns meses, ele treinou em um clube esportivo de Cabul, mas sua família não tinha dinheiro para que ele continuasse. Por isso, Abbas se exercitava em casa.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Abbas admite que não conseguiria competir com o ídolo
Direito de imagem BBC World Service
Image caption Pai do jovem diz que família não tem dinheiro para pagar pelo seu treinamento

Ele terminou o ensino médio, mas como sua família é pobre, continuar os estudos está fora de questão.

A situação ficou ainda mais difícil depois que seu pai, Mohammad Reza, sofreu um acidente vascular cerebral que o deixou parcialmente paralisado.

Mas a família espera que Abbas consiga conquistar seus sonhos:

"Meu filho começou do nada quando tinha 14 anos porque éramos pobres e não podíamos matriculá-lo na academia", diz Reza.

"Eu peço a Deus para que ele alcance seus sonhos, que se torne o Bruce Lee de seu tempo."

Aprendiz aplicado

Mas Abbas Alizada não é bom só em fazer poses. Estudando os filmes, ele aprendeu a se movimentar como Bruce Lee e a manejar o "nunchaku" (arma de artes marciais com bastões pequenos conectados por uma corrente), que ficou famoso graças ao ator.

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Abbas aprendeu a manejar arma de artes marciais que Bruce Lee tornou famosas em todo o mundo
Direito de imagem BBC World Service
Image caption Fã estudou meticulosamente movimentos de filmes do ídolo, como "A Fúria do Dragão"

No palácio de Darul Aman, um dos mais famosos de Cabul, ele realizou sequências dos filmes mais conhecidos de Bruce Lee, A Fúria do Dragão e O Voo do Dragão, para a reportagem da BBC.

"Quero que você tire fotos para mostrar às pessoas que eu sou o Bruce Lee afegão", disse.

Abbas quer se tornar um lutador de artes marciais famoso ou um ator, apesar de admitir que nunca poderia competir com seu ídolo.

O que ele conseguiu, até agora, foi a atenção das pessoas. Seu telefone toca o tempo todo e ele recebe centenas de pedidos de amizade e mensagens no Facebook todos os dias.

"Algumas pessoas dizem que têm orgulho de mim. Outras acham que minhas fotos são alteradas, e outros ainda dizem que querem me conhecer."

Por enquanto, Abbas está orgulhoso de ter provocado um pequeno ressurgimento de Bruce Lee.

"Bruce Lee é um modelo para nossa sociedade, como atleta e como pessoa", afirma.

"Ele não se repetirá e eu posso não ser Bruce Lee, mas continuarei em seu caminho até morrer."

Direito de imagem BBC World Service
Image caption Fama de Abbas ainda não se traduziu em apoio financeiro, mas ele diz estar contente com "revival" de Bruce Lee

Notícias relacionadas