Ioga protege contra doenças no coração, diz estudo

Credito: Thinkstock Direito de imagem Thinkstock
Image caption Pesquisa reuniu estudos com cerca de 3 mil pessoas

Fazer ioga pode ser uma boa maneira de se proteger contra doenças cardíacas, especialmente para quem não pode fazer exercícios pesados, de acordo com uma pesquisa feita na Holanda.

Segundo uma revisão de 37 estudos envolvendo cerca de 3 mil pessoas, a ioga foi associada a uma redução de fatores de risco cardíaco, como pressão arterial elevada e colesterol.

Mas a prática não conta para as recomendações de atividade física semanal.

Leia mais: Estudo lista 5 'regras de ouro' para prevenir demência

A ioga é uma antiga forma de exercício que aplica força, flexibilidade e respiração com o objetivo de aumentar o bem-estar físico e mental.

Há vários tipos diferentes de ioga - tântrica, Hatha e Ashtanga, por exemplo-, mas a maioria não exige força suficiente para contar para os 150 minutos de intensidade moderada de atividade aeróbica que as autoridades recomendam para proteger coração e pulmões.

A ioga tampouco conta como um exercício de fortalecimento muscular - algo que as mesmas diretrizes recomendam em dois ou mais dias por semana, todas as semanas.

Calmante

Porém, em comparação com nenhum exercício, a ioga demonstrou benefícios significativos: está relacionada a um risco menor de obesidade, pressão alta e colesterol elevado, segundo o European Journal of Preventive Cardiology.

Leia mais: Cientistas criam aditivo que gera saciedade e reduz ingestão de comida

Comparada a outros tipos de exercícios, como caminhada rápida ou corrida, a ioga teve resultados semelhantes - nem melhores, nem piores - com base nas mesmas medidas de risco cardíaco.

"Estes resultados indicam que a ioga é potencialmente muito útil", disse Myriam Hunink, da Erasmus University Medical Center, em Rotterdam, que investigou o possível efeito da ioga sobre a saúde do coração.

A revisão não explicou o mecanismo pelo qual a ioga pode ser benéfica, mas especialistas dizem que uma explicação pode ser o seu efeito calmante. O estresse tem sido associado a doenças cardíacas e pressão arterial elevada.

"Os benefícios podem ser decorrentes de trabalhar os músculos e respiração, o que pode trazer mais oxigênio para o corpo, levando a uma menor pressão arterial", disse Maureen Talbot, enfermeira cardíaca sênior da Fundação Britânica do Coração.

Ela disse que os benefícios da ioga sobre a saúde emocional já são reconhecidos, mas pediu mais estudos para avaliar os efeitos da pratica de forma mais ampla.

Notícias relacionadas